Chega diz que creches reabrem em 18 de maio e futebol recomeça no fim desse mês

30 de Abril 2020

Lisboa, 29 abr 2020 (Lusa) - O deputado do Chega, André Ventura, afirmou hoje que o Governo o informou de que as creches reabrem no dia 18 de maio e que a I Liga de Futebol Profissional recomeça no fim do próximo mês.

Lisboa, 29 abr 2020 (Lusa) – O deputado do Chega, André Ventura, afirmou hoje que o Governo o informou de que as creches reabrem no dia 18 de maio e que a I Liga de Futebol Profissional recomeça no fim do próximo mês.

André Ventura falava aos jornalistas após ter sido recebido pelo primeiro-ministro, em São Bento, sobre o quadro de medidas a adotar após o fim do estado de emergência, que cessa no próximo sábado.

O deputado único do Chega disse concordar com a ideia global de se começarem a levantar as restrições por causa da pandemia de covid-19, mas referiu logo a seguir que discorda que, juntamente com as creches e com o pré-escolar, também não reabra na mesma altura o 1º ciclo de ensino.

André Ventura afirmou também não compreender o motivo que leva o Governo a não permitir a reabertura dos restaurantes e cafés já a partir de segunda-feira, defendendo que estes estabelecimentos poderiam retomar a atividade com obrigações específicas em termos de lotação e normas de higiene.

“Este é um dos setores que mais angústias causa e que está a ser muito fustigado”, justificou.

O deputado do Chega também se demarcou da opção do Governo de substituir o estado de emergência pela declaração de calamidade, sustentando que esse novo quadro jurídico “é confuso” e poderá suscitar “problemas de constitucionalidade”.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Luís Montenegro: “Concordo com a necessidade de valorizar a carreira dos bombeiros e estamos a trabalhar nisso”

Hoje, no debate sobre o estado da nação, o primeiro-ministro respondeu a Inês Sousa Real que concorda que é necessário valorizar a carreira dos bombeiros, mas o Governo está “a trabalhar nisso”, e garantiu que não está desatento à violência doméstica, tendo já avançado com um despacho para a criação de um grupo de trabalho “transversal” no âmbito do apoio à vítima.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights