As autoridades do distrito de Neukoelln, sul da capital alemã, disseram que o surto envolveu casas em sete locais diferentes e, em alguns casos, com 10 pessoas a viverem juntas.

O principal responsável pelo Departamento de Saúde em Berlim, Dilek Kalayci, apelou aos moradores da capital alemã para que usem a nova aplicação apoiada pelo governo de rastreamento de contactos, lançada na segunda-feira.

A nova ‘Corona-App’ funciona através de Bluetooth, gastando menos energia, deteta ‘smartphones’ próximos, alertando os utilizadores que estão em contacto próximo com alguém que tenha testado positivo.

Na segunda-feira, Berlim tinha registado um total acumulado de 7.368 casos de covid-19 e 208 mortes.

Na Alemanha, o número total é de 186.39 infeções e 8.800 mortes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 436 mil mortos e infetou mais de oito milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

Share This