De acordo com o grupo Germano de Sousa o FoodHealth surge como solução à “ crescente procura por parte dos cidadãos de soluções para otimização do bem-estar e performance pessoal”, defendo que “a investigação em torno do genoma humano tem vindo a possibilitar uma prática clínica mais centrada no doente, incluindo a tomada de decisões com base na informação genética e molecular”.

Com o objetivo de personalizar estratégias de planos de nutrição, o novo teste garante uma análise baseada em informações genéticas e bioquímicas. Por um lado, o exame genético permite obter informação sobre como a predisposição genética influencia os parâmetros de composição corporal e metabólicos, o metabolismo de nutrientes, a definição de estratégias de saciedade, o ritmo de sono e a prática de exercício físico. Por outro lado, o exame bioquímico revela a dinâmica do estado atual de saúde.

Os especialistas garantem que a junção destes dados, que atuam em áreas como o corpo, a dieta e os hábitos, asseguram a definição do plano personalizado.

Advertisements

“A tecnologia utilizada para determinação dos resultados genéticos tem uma precisão superior a 99% e não existe uma idade mínima no que respeita aos dados genéticos. O relatório pode ser interpretado sem que exista um conhecimento específico na área da genética. No entanto, para a definição de uma estratégia nutricional, é importante que exista a intervenção de um profissional de saúde”, refere o centro de medicina.

O teste FoodHealth poderá ser realizado num dos Laboratórios Centrais em Telheiras, Lisboa ou na Trindade, no Porto.

PR/HN/Vaishaly Camões

Share This