26/08/2020 | Nacional, Notícias, Tecnologia

Teste inovador personaliza prescrição de medicamentos com base nos génes

O Grupo Germano de Sousa, em parceria com a HeartGenetics, anunciou o lançamento do MyPharmaGenes, um teste que consegue “prescrever dosagens mais adequadas de medicamentos, avaliar a resposta do paciente ao tratamento e evitar reações adversas”. De acordo com os especialistas, com base em informações genéticas, o teste fornece informação útil sobre a resposta do organismo a diversos medicamentos em 5 áreas terapêuticas, como na Psiquiatria, Gestão da Dor, Oncologia, Diabetes e Cardiovascular.

A variabilidade na resposta a medicamentos constitui uma grande preocupação de saúde pública. Os especialistas explicam que “mais de 90% dos medicamentos não são eficazes em mais de 50% dos pacientes e as variantes genéticas que afetam a absorção, distribuição, metabolismo, excreção e toxicidade dos medicamentos explicam cerca de 20 a 30% da variabilidade na resposta aos medicamentos entre indivíduos.”

Os especialistas justificam, assim, a profunda necessidade de apostar em práticas clínica mais focadas no doente que permitam a personalização de medicamentos. “A abordagem Farmacogenética é assim fundamental e o teste MyPharmaGenes surge como uma peça fundamental para a implementação de uma medicina personalizada.”

“O teste MyPharmaGenes PGx utiliza a tecnologia iPLEX MassArray que garante 99% de precisão e sensibilidade e analisa variantes genéticas associadas ao metabolismo e resposta a determinados medicamentos, cientificamente validados e com utilidade clínica comprovada. Avalia mais de 100 fármacos, 32 genes e 88 variantes genéticas e CNVs do CYP2D6 e estruturas híbridas, que são de grande importância para a definição correta de um fenótipo de paciente”.

Esta nova tecnologia tem como principal objetivo “apoiar pacientes que estejam a iniciar terapêuticas, que não se encontrem a atingir os objetivos terapêuticos e/ou que experienciem efeitos adversos moderados a graves com a terapêutica atual e para qualquer indivíduo que procure informação acerca da sua predisposição genética na resposta a fármacos.”

Na Grande Lisboa, o teste pode ser realizado na Sede e Laboratório Central do Grupo Germano de Sousa (Pólo Tecnológico de Lisboa), enquanto na zona Norte está disponível no Laboratório do Porto do Grupo Germano de Sousa (Trindade – Edifício Domus). O teste é suportado por uma WebApp interativa onde os pacientes podem gerir o seu próprio portfólio de medicamentos, registar medicamentos que provocaram efeitos adversos e obter informação sobre medicamentos que podem ou não ser recomendados com base na sua informação genética conhecida.

PR/HN/

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This