09/09/2020 | Covid 19, Mundo, Notícias

Argentina ultrapassa meio milhão de casos

A Argentina registou 12.027 novas infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, ultrapassando o meio milhão de casos desde o início da pandemia, segundo dados do Ministério da Saúde.

O país, com 44 milhões de habitantes, contabilizou 500.034 casos do novo coronavírus desde o início da epidemia.

No último dia, a Argentina registou ainda 278 mortes provocadas pela doença, elevando o total de óbitos para 10.405, numa altura em que 18 províncias estão a braços com transmissão comunitária e associações médicas alertam para o agravamento da situação.

Na terça-feira, a Sociedade Argentina para a Investigação Clínica (SAIC) avisou que a crise do coronavírus no país poderá sofrer “um agravamento profundo” nas “próximas semanas”, de acordo com um comunicado citado pela agência de notícias espanhola Efe.

Segundo a associação médica, algumas unidades de cuidados intensivos estão “à beira do colapso”, com médicos especializados a queixar-se que “se sentem abandonados pelo resto da sociedade” e que “estão a perder a batalha contra o vírus”.

A Argentina iniciou a quarentena obrigatória em 20 de março. As restrições à circulação continuam em vigor, embora o governo local da capital, o epicentro da epidemia, tenha decidido reabrir as esplanadas dos bares e restaurantes na semana passada.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 893.524 mortos e infetou mais de 27,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Em Portugal, morreram 1.846 pessoas das 60.895 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This