Marcelo recusa-se a comentar apoio de António Costa ao presidente do Benfica

14 de Setembro 2020

O Presidente da República (PR) recusou-se este domingo a comentar o apoio dado pelo primeiro-ministro, António Costa, à candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica, alegando que ainda não falou com o primeiro-ministro.

“Sabe que eu, o que sei disso, é apenas o que veio na Comunicação Social e, portanto, o que sei, nomeadamente, foi a explicação que vi algures, não sei aonde, que o senhor primeiro-ministro deu à entrada ou à saída de uma reunião partidária. Ainda não falei com o senhor primeiro-ministro, portanto, não vou comentar nada”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa à margem de uma visita ao lar de Martim Longo, no concelho de Alcoutim.

Perante a insistência dos jornalistas para comentar o que faria, num caso hipotético, se o próprio Marcelo Rebelo de Sousa quisesse apoiar alguém à presidência do seu clube, o chefe de Estado respondeu que “não queria comentar nada”.

“Não falei ainda com o senhor primeiro-ministro e, sobretudo, porque não é uma questão hipotética, é uma questão concreta, é uma determinada pessoa, exercendo uma determinada função, em relação a um determinado acontecimento desportivo, num determinado momento histórico e num determinado contexto, portanto, não é possível fazer considerações teóricas sobre uma realidade concreta, eu espero receber o primeiro-ministro na audiência desta semana”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

O primeiro-ministro recusou-se este fim-de-semana a comentar o apoio à candidatura de Luís Filipe Vieira, por considerar que o “assunto não tem nada a ver com a vida política”.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Expansão do modelo ULS

Fernando Araújo é um dos autores de um artigo publicado na revista “Frontiers in Public Health”, em maio deste ano, que explica a história e perspetiva o futuro do modelo ULS.

Cérebro humano consegue distinguir vozes deepfake de vozes reais

Os nossos cérebros processam vozes naturais e vozes deepfake de forma diferente? Pesquisas realizadas na Universidade de Zurique indicam que sim. Num novo estudo, investigadores identificaram duas regiões cerebrais que respondem de maneira distinta a vozes naturais e a vozes deepfake.

Solidão e problemas de saúde mental estão interligados

Os resultados de um estudo realizado por investigadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), da Universidade de Oslo, da UiT Universidade do Ártico da Noruega, da OsloMet, do Hospital Universitário de Oslo e do Hospital Innlandet e publicados na BJPsych Open, mostram que pessoas solitárias têm maior probabilidade de tomar medicação para depressão, psicose e outros distúrbios mentais.

Pressão arterial elevada associada a pior cognição em adolescentes

Adolescentes com pressão arterial elevada e rigidez arterial podem experienciar funções cognitivas mais fracas, de acordo com um estudo recente finlandês realizado por investigadores das universidades de Jyväskylä e de Eastern Finland, ambas na Finlândia.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights