30/10/2020 | Consultório

Mantenha-se ativo para prevenir o AVC. Não quebre a corrente

Prof. José Castro Lopes
Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa do AVC
Especialista de Neurologia

Prof. José Castro Lopes
Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa do AVC
Especialista de Neurologia

Mantenha-se ativo para prevenir o AVC. Não quebre a corrente

30/10/2020 | Consultório

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) continua a ser a principal causa de morte e incapacidade permanente no nosso país. Por hora, três portugueses são vítimas de um AVC. Destes, um deles não sobreviverá e, dos restantes, um ficará com sequelas incapacitantes. Enquanto não conseguirmos contrariar esta realidade, continua a ser fundamental consciencializar a população para esta patologia. A SPAVC tem feito um esforço assinalável para mobilizar a população, apostando na sensibilização e no aumento da literacia em Saúde, especificamente no que respeita ao AVC – fatores de risco, sinais de alerta e medidas preventivas.

A população deve estar informada sobre os sinais de alerta de AVC, os chamados 3 F’s – falta de força num braço; desvio da face; e dificuldade na fala – e saber que, perante o aparecimento de um deles, a única atitude correta é a de acionar de imediato os serviços de emergência, através do 112. A Via Verde do AVC está organizada em Portugal para encaminhar os doentes rapidamente para os hospitais capazes de administrar os tratamentos adequados.

Como é sabido, dispomos hoje de tratamentos inovadores de fase aguda, como a trombólise farmacológica e a trombectomia mecânica, que aumentam as taxas de sobrevivência e reduzem a incapacidade por restabelecerem a circulação interrompida (causa do AVC), e que serão tanto mais eficazes quanto mais cedo forem administrados. Assim, os avanços científicos nesta área e a excelência dos especialistas nacionais dedicados ao tratamento do AVC (como comprovam as múltiplas certificações e distinções internacionais atribuídas) permitem uma melhoria progressiva no panorama desta patologia. A iliteracia da população geral e o não-controlo dos fatores de risco cerebral representam os principais entraves atuais no combate ao AVC no nosso país.

Tempo é cérebro, e está nas mãos de cada um agir o mais rapidamente possível, tanto perante um dos sinais do AVC, como na adoção das medidas preventivas amplamente divulgadas.

A SPAVC associa-se à campanha da World Stroke Organization (WSO) “Junte-se ao movimento para prevenir o AVC”, sendo a prevenção do AVC e respetiva sensibilização da população um dos nossos grandes motores fundadores, que reforça permanentemente a nossa missão. A prática de exercício físico é a atividade mais simples e de eficácia comprovada na prevenção do aparecimento dos fatores de risco cerebral, no seu controlo e na prevenção primária e secundária do AVC, daí a sua relevância.

No âmbito desta e de outras comemorações ao longo do ano, a SPAVC tem promovido diversas iniciativas um pouco por todo o país que se prendem com o estímulo ao exercício físico. Por exemplo: aulas de ginástica, corridas e caminhadas, exercícios de mobilidade e manutenção, entre outras.

Na sessão aberta à população organizada anualmente após o Congresso Português do AVC, a SPAVC inclui, habitualmente, um momento de atividade física, onde são demonstrados exercícios fáceis de fazer em qualquer lugar, sem necessidade de equipamentos especializados.

A grande mensagem é que devemos manter-nos ativos, combatendo o sedentarismo, um dos principais fatores de risco de AVC, já que pode facilitar o desenvolvimento de outros problemas como a obesidade, a diabetes, o colesterol elevado, a aterosclerose, entre outros. Para participar na Campanha da WSO, basta ter um telemóvel com câmara para gravar os seus movimentos de dança favoritos e partilhar o desafio nas redes sociais. É simples, divertido e ajudará a disseminar informação que permitirá salvar vidas.

Paralelamente, a SPAVC associa-se à campanha FAST Heroes 112, um projeto da Iniciativa Angels destinado a educar crianças dos 5 aos 9 anos de idade sobre como reconhecer os sintomas de AVC e como contactar corretamente uma ambulância, também em divulgação ativa neste Dia Mundial do AVC como parte da estratégia global da WSO.

Hoje: Dance, Partilhe informações, Converse em família sobre AVC, Mude comportamentos, Lute por esta Causa!

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading
Share This