Paula Broeiro, médica de família
Membro da candidatura Ser APMGF

Ser APMGF a alternativa com futuro

09/11/2020 | CSP

Alguns dos associados questionar-se-ão, tendo surgido da mesma direção, em que é que as listas diferem?

Como membro da lista Ser APMGF para esclarecer os eleitores começo por rever o perfil dos colegas que impulsionaram esta lista – jovens que, fruto de uma liderança centrada no Presidente, não tiveram oportunidade de fazer valer as suas ideias e valores.
A cisão não se prendeu num conflito geracional, uma vez que na constituição da Ser APMGF, encontraram aliados de diferentes idades, onde me incluo, uma das Séniores!

O programa coletivamente construído assenta em três eixos: inclusão de todos os Médicos de Família, desenvolvimento técnico-científico (investigação e formação), qualidade e segurança do exercício profissional.
Com o Nuno Jacinto como Presidente, teremos uma liderança partilhada com maior abertura aos associados e às estruturas associativas, nomeadamente as suas delegações.

No essencial o que pretendemos com uma Associação inclusiva é contar com o pensamento crítico de colegas a exercer em vários contextos e com diferentes visões da MGF e da vida. O que trará futuro à MGF será a aceitação da diversidade de modelos de cuidados e o respeito por escolhas pessoais, como conciliar, sem sobrecarga, a profissão com: a família, a investigação, a docência ou outra. Sabendo que nem tudo está ao alcance da APMGF, neste milénio, acreditamos que a satisfação profissional advirá do respeito pelos fatores de motivação intrínsecos, aliados a uma justiça retributiva e de condições de exercício.

A Ser APMGF, dentro do seu âmbito de atuação, evidenciará a qualidade da MGF em Portugal e contribuirá para a criação de valor (Investigação – conhecimento e Competência – formação). Dignificar a Medicina Geral e Familiar enquanto Especialidade Médica e Disciplina Académica é a nossa finalidade.

A equipa Ser APMGF quer ser uma Associação:
 Simples, de ação mais que de retórica e de projetos inexequíveis
 Impulsionadora do desenvolvimento e inovação, coerente com princípios de rigor e transparência
 Técnico-científica, capaz de ser o interlocutor dos Médicos de Família, em todos os contextos
 Projetada para o futuro, embora alicerçada na sua representatividade e história
 Integradora da diversidade do ser Médico de Família

Como o nosso colega Mário Santos da equipa Ser APMGF expressou, quero contribuir para que a nossa Associação retorne ao seu papel de acolhimento, sentimento de pertença e reconhecimento, em resposta às necessidades da existência profissional dos médicos de família. Que se reinvente, numa nova cultura organizativa, entendida como um “sistema de valores e crenças compartilhados,” e com um novo estilo de liderança – uma liderança transformadora.

Share This