Papa Francisco fez homenagem privada à Imaculada Conceição devido à pandemia

8 de Dezembro 2020

O Papa Francisco foi esta manhã à Praça de Espanha, no centro de Roma, onde realizou uma homenagem privada à Imaculada Conceição, por a pandemia impedir a celebração daquele tradicional ato de devoção.

Às 07:00, o líder da Igreja Católica foi à Praça de Espanha para um ato de veneração privada da Imaculada Conceição, informou hoje o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni.

“Com as primeiras luzes da madrugada, à chuva, [o Papa] colocou um ramo de rosas brancas na base da coluna onde se encontra a estátua da virgem e dirigiu-se a ela em oração, para que olhasse com amor por Roma e os seus habitantes”, deixando ainda uma palavra a todos os que “sofrem de doenças e de desânimo” no mundo.

Poucos minutos depois, o Papa Francisco saiu da Praça de Espanha e dirigiu-se à Basílica de Santa Maria Maior, onde também rezou perante o ícone da Nossa Senhora das Neves e celebrou uma missa numa capela, antes de regressar ao Vaticano, acrescentou o porta-voz.

O Vaticano tinha anunciado anteriormente que o Papa não iria comparecer, devido à pandemia, à tradicional homenagem à Imaculada Conceição, na Praça de Espanha, um dos eventos religiosos mais populares entre os habitantes de Roma, decidindo realizar um “ato de devoção privado”.

Todos os anos, multidões concentram-se na Praça de Espanha para assistir à cerimónia.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Limitações nas urgências por região

A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde divulgou hoje um novo plano de reorganização das urgências, que indica que 39 pontos vão funcionar com limitações nalgumas especialidades entre os dias 03 e 09 de dezembro.

Greve dos pilotos de helicópteros do INEM regista 83% de adesão

A greve dos pilotos de helicópteros do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) registou 83% de adesão disse hoje o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), sublinhando que os serviços mínimos decretados não foram plenamente cumpridos.

Cabo Verde quer comunidades a liderar luta contra a Sida

Cabo Verde quer reforçar a prevenção, diagnóstico, comunicação e informação e ter as comunidades a liderar a luta contra o VIH-Sida, cuja taxa de prevalência mantêm-se nos 0,6%, com média de 400 casos anuais, disseram hoje fontes oficiais

Lançado hoje 1º episódio da série documental: “SIDA 4.0 Os anos do medo, da discriminação, do estigma e da inovação

Temas como o Aparecimento do Vírus, o Estigma e a Discriminação; O Peso das Drogas na Sociedade Portuguesa; VIH-2 e a Cooperação com os PALOP; PrEP – A Revolução na Prevenção e Para Quando a Cura, vão ser analisados por diferentes intervenientes, tendo em atenção os 40 anos sobre a infeção VIH e a Sida e das mudanças que ela trouxe à sociedade em geral e aos portugueses em particular.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights