Queixas na Saúde disparam 73% num ano

O Portal da Queixa revela que as reclamações dirigidas ao setor da Saúde dispararam 73% em relação a 2019, com a plataforma a receber 7.563 queixas entre 1 de março de 2020 e 29 de fevereiro de 2021.

Em março, o comunicado enviado à imprensa avançou que foram contabilizadas 526 queixas até ao dia 30 desse mês – uma ligeira subida em relação às 508 em março de 2020.

Ainda segundo o comunicado, em março, a impossibilidade de ser atendido por um médico foi o principal motivo de reclamação dos portugueses, enquanto a categoria mais reclamada foi a dos Planos e Seguros de Saúde, seguindo-se a do SNS.

Já entre 1 de março de 2019 e 29 de fevereiro de 2020, foram registadas 4.370 queixas.

No mês passado, as categorias alvo do maior número de reclamações foram: Plano e Seguros de Saúde (124 queixas), Serviço Nacional de Saúde (106), Hospitais e Centros de Saúde (97), Grupos Privados de Saúde (60) e Farmácias (55).

O estudo apurou ainda que, no mês de março, entre os três principais motivos de reclamação reportados pelos consumidores no Portal da Queixa, estão a impossibilidade de ser atendido por um médico (37%), a dificuldade no atendimento telefónico (34%) e a vacinação (8%).

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This