No âmbito do seu 30º aniversário, a APED e irá lançar diversas iniciativas nas áreas da formação e sensibilização, incluindo três filmes que assinalam este percurso de 30 anos e que serão divulgados nas redes sociais da APED a partir do dia 4 de junho. Os filmes, em estilo documentário, traçam uma retrospetiva da ação da APED e do seu impacto junto da sociedade e no panorama nacional, diretamente relacionados com a investigação, estudo, ensino e tratamento da dor em Portugal.

A Dra. Ana Pedro, Presidente da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED), afirma que “o trajeto da APED ao longo destas três décadas integra-se na evolução histórica da Dor em Portugal e no mundo”. E acrescenta, ainda, “pretende-se que este olhar sobre o percurso da APED amplifique e recentre a importância que a investigação, estudo, ensino e tratamento da Dor têm no equilíbrio económico, social e humano da nossa sociedade”.

A APED foi fundada em 1991 e o seu desenvolvimento a muito se deve ao trabalho do seu percursor, o neurocirurgião Dr. Nestor Rodrigues, cuja visão permitiu reunir um conjunto de profissionais de saúde que, juntos, levaram à concretização de marcos tão importantes quanto a elaboração do Plano Nacional de Luta Contra a Dor, o 1º da Europa, o Dia Nacional de Luta Contra a Dor e a equiparação da dor ao 5º sinal vital, permitindo à dor assumir-se, pela primeira vez como “entidade própria”.

Os filmes poderão ser vistos no FacebookInstagram, Linkedin e YouTube da APED.

PR/HN

 

Share This