Em comunicado, o Ministério referiu que os laboratórios de virologia do arquipélago processaram 1.222 amostras desde quinta-feira, com uma taxa de positividade global para o novo coronavírus de 6,5%.

No concelho da Praia, capital e principal foco da doença no país, foram confirmados nas últimas 24 horas mais 19 infetados (em 266 amostras, 7,1% de taxa de positividade), contando agora com 375 casos ativos.

Desde 31 de março que Cabo Verde estava a registar valores máximos de novos infetados consecutivos, quase todos os dias acima de 200 e até ao pico de 417 casos, em 05 de maio, quando o máximo anterior a este período foi de 159, em 11 de outubro de 2020.

Esta tendência inverteu-se nas últimas quatro semanas, com o número de novos casos diários em queda, até ao mínimo de 50 infetados registado em 07 de junho, o valor mais baixo desde 04 de abril último.

Na ilha de Santiago foram ainda confirmados, nas últimas 24 horas, casos do novo coronavírus nos concelhos de Santa Catarina (três), Santa Cruz (três), São Lourenço dos Órgãos (dois), São Salvador do Mundo (um) e São Domingos (um).

Segundo os dados do Ministério da Saúde, na ilha de São Vicente, outro foco da pandemia no arquipélago, foram confirmados mais seis novos infetados (em 178 amostras), passando a 97 casos ativos, havendo registo ainda de uma morte por complicações associadas à doença.

Foram também registados casos de covid-19 nas ilhas do Fogo (15), Brava (15), Santo Antão (cinco), Maio (três), São Nicolau (três), Sal (dois) e Boa Vista (um).

Nas últimas 24 horas foram dados como recuperados da doença em Cabo Verde 88 infetados e subiu para 272 o acumulado de óbitos por complicações associadas à covid-19, além de nove por causas externas, desde o início da pandemia.

Cabo Verde passa assim a contar com um acumulado de 31.512 casos do novo coronavírus desde 19 de março de 2020 (quando foi diagnosticado o primeiro infetado no arquipélago), distribuídos por todos os 22 municípios das nove ilhas habitadas, segundo os dados do Ministério da Saúde.

O arquipélago regista hoje 991 casos ativos de infeção e soma 30.231 casos considerados recuperados da doença, enquanto dois infetados estrangeiros foram transferidos para os países de origem.

A pandemia de provocou, pelo menos, 3.775.362 mortos no mundo, resultantes de mais de 174,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

Share This