23/12/2021 | Lusa, Nacional, Notícias

INEM reforça dispositivo de emergência médica com mais nove meios

O INEM avançou esta quinta-feira que o dispositivo de emergência médica vai ser reforçado durante os próximos meses com um acréscimo de nove meios para “acautelar e garantir uma reposta eficaz” a situações de acidente ou doença súbita.

Em comunicado, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) refere que desenvolveu um plano de reforço do dispositivo de meios de emergência que se traduz no acréscimo de nove meios, a operar desde 15 de dezembro e até 30 de março de 2022, consoante as áreas geográficas e previsões de aumento de procura da população.

O INEM explica que, enquanto entidade responsável pelo Sistema Integrado de Emergência Médica em Portugal continental, lhe cabe acompanhar e analisar de forma constante as necessidades reais da população e, sempre que necessário, ajustar ou reforçar os meios de emergência para adequar a capacidade do sistema.

Segundo o INEM, este plano de reforço tem em conta fatores como o aumento da incidência de algumas doenças, com relevo para a atividade gripal e de outros agentes virais e bacterianos, bem como a época de Natal e Fim de Ano, que tradicionalmente é acompanhada de um aumento dos movimentos sazonais e numa maior afluência de população a determinadas regiões.

Desde 15 de dezembro que foram reforçados os Postos de Emergência Médica nos bombeiros voluntários de Valadares, Leça do Balio, Sacavém, Sintra e Sul e Sueste, bem como as delegações da Cruz Vermelha Portuguesa de Silves/Albufeira e de Faro/Loulé.

O INEM indica que a partir de 01 de janeiro vão entrar em funcionamento dois Postos de Emergência Médica no Batalhão de Sapadores Bombeiros e na Cruz Vermelha do Porto.

O INEM sublinha que este reforço do dispositivo de emergência médica garante melhores condições para responder ao aumento das ocorrências, nas zonas onde se justifica.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This