Casa Aberta para professores nas tardes dos dias 06, 07, 08 e 09

4 de Janeiro 2022

Os professores e profissionais das creches e ATL vão poder fazer o reforço da vacina contra a Covid-19 em regime de Casa Aberta nas tardes dos próximos dias 06, 07, 08 e 09, anunciou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

Em entrevista à CNN Portugal na segunda-feira à noite, Lacerda Sales disse que este reforço da vacinação decorre nos mesmos dias da vacinação das crianças, agendada para de manhã, e que os profissionais apenas precisam de recorrer a senhas digitais e mostrar um documento que comprove o seu emprego.

Na segunda-feira, Lacerda Sales deu a garantia de que o regresso às aulas acontecerá mesmo no dia 10 de janeiro, afastando a hipótese de serem adiadas devido ao aumento de casos de Covid-19.

“Penso que essa medida [adiamento] não está garantidamente sobre a mesa. E, portanto, as aulas começam no dia 10 de janeiro para as crianças, porque essa é uma medida fundamental para a saúde física, mental, social e psicológica das nossas crianças”, afirmou o governante, em Coimbra.

As declarações de Lacerda Sales surgiram no mesmo dia em que a Federação Nacional de Professores (Fenprof) lamentou que metade dos professores continue sem a dose de reforço da vacina contra a Covid-19, considerando que voltar a adiar a reabertura das escolas seria sinónimo do “fracasso das decisões e medidas tomadas”.

Segundo contas da Fenprof, cerca de metade dos professores continuam a aguardar para serem chamados para a dose de reforço: “Por força do envelhecimento da profissão docente, cerca de metade dos professores e educadores poderá já ter sido vacinada ou agendado a vacinação, porém, todos os outros continuam a aguardar”.

Devido ao agravamento do número de novos casos de covid-19, o Governo decidiu adiar por uma semana (até dia 10) o recomeço das aulas.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Prémio de Investigação Noémia Afonso recebe trabalhos até 31 de julho

O Prémio de Investigação Noémia Afonso, promovido pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS), anunciou a extensão do prazo de envio dos trabalhos até 31 de julho de 2024. A iniciativa tem como objetivo incentivar a cultura científica e fomentar a investigação clínica na área do cancro da mama.

Guadalupe Simões: Quantidade de atos “não se traduz em acompanhamento com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”

Esta sexta-feira, Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, criticou a escolha do Governo de pagar pela quantidade de atos. “Quando o Governo diz que dá incentivos ou que dá suplementos financeiros se fizerem mais intervenções cirúrgicas, se tiverem mais doentes nas listas, se operarem mais doentes no âmbito dos programas do SIGIC, se, se, se, está sempre a falar de quantidade de atos, que não se traduz em acompanhamento das pessoas com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”, explicou ao HealthNews.

Guadalupe Simões: “Reunião apenas serviu para o Ministério da Saúde promover essa chantagem tentando que nós suspendêssemos a greve”

A reunião entre o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) e o Ministério da Saúde “correu muito mal”. Na quinta-feira, “o Ministério da Saúde procurou chantagear o sindicato dizendo que só negociava se a greve fosse suspensa”, contou ao HealthNews Guadalupe Simões, dirigente do SEP, que, por esse motivo, pelos enfermeiros, pelos doentes e pelo SNS, espera que haja uma forte adesão à greve nacional de 2 de agosto.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights