Angina de peito

Outros artigos com interesse:Como é que a Diabetes complica a vida?As pessoas mais velhas precisam de dormir menos?Lesões imunomediadas do Sistema Nervoso Central e Periférico: complexidades e obstáculos do diagnóst…

Outros artigos com interesse:Dor no peitoCuidados pessoais de saúde: recomendam-se!Jejum intermitente, Reflexões

Angina de peito

ANGINA DE PEITO

 O que é?

 Dor toracica provocada pela insuficiente quantidade de sangue que o nosso musculo cardiacao recebe a traves das arterias coronarias

Quais os sinais de alerta?

    Dor o aperto no centro do tórax quase sempre na sequência de um esforço .com irradiação para o braço esquerdo , queixo , costas ou queixas que frequentemente se confundem com mal estar gástrico 

Quais os sintomas?

Para além da dor referida , o cansaço, falta de ar   , tonturas , desmaios e vômitos podem estar também presentes. 

Há um perfil do doente?

Cada vez se torna mais difícil tipificar os doentes que vão padecer doença coronária. Existem factores de risco , como a história familiar, o gênero e a idade,  e outros como o tabagismo, stress , obesidade, vida sedentária hipertensão arterial  e diabetes que têm mais probabilidade de padecer ateroesclerose coronária. Mas de facto , cada vez mais ganha valor fazer mos um check up cardiológico  recomendado a todos os homens com mais de 45 anos e mulheres com mais de 40  que embora sem sintomas querem saber da sua saude cardiaca .Por outro lado doentes com sintomas ou fatores de risco mencionados devem sempre avaliar o coração pelo menos uma vez por  ano. 

Como se pode tratar?

Hoje em dia o tratamento atingiu um nivel de sucesso muito alto , na maioria dos casos permite recuperar a sauda cardiaca e fazer  vida normal . Desde o tratamento percutãneo ( a traves de inserção de cateteres ) a cirurgia mini-invasiva coronária por incisões de 5 cm  e nos casos mais severos a cirurgia convencional criam um armamentarium terapêutico que permite tratar toda ou quase toda a patologia coronária com sucesso ., 

E que formas há de prevenir

Adotar hábitos de vida equilibrados, ou seja balançar com cuidado com a dieta e o exercício de forma a evitar abusos quer de um quer do outro, um bom descanso a noite , controlar aqueles fatores de risco presentes e evitar o aparecimento de outros que possam potenciar a doença coronária. Mas tudo isto não deve eliminar a necessidade de fazer um check up cardiaco para saber o estado do nosso coração e arterias coronárias. Muito doentes são assintomáticos e descobrem a presença de doença coronária ainda a tempo de não sofrer enfartes ou sequelas que comprometem a qualidade de vida. 

Não hesite em saber o que lhe vai no coração. 

 

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This