06/02/2022 | Covid 19, Nacional, Notícias

Mais de 68 mil pessoas fizeram reforço de vacina na sexta-feira

A dose de reforço da vacina contra a Covid-19 foi administrada a mais de 5,2 milhões pessoas, das quais 68.336 na sexta-feira, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o relatório diário da DGS, 5.261.883 pessoas têm o reforço da imunização contra o coronavírus SARS-CoV-2, entre as quais 615.247 idosos com mais de 80 anos, que representam 93% desta faixa etária.

É entre os 70 e os 79 anos que se encontra a maior percentagem de pessoas vacinadas com a dose de reforço: Até sexta-feira, a vacina já foi administrada a 922.016 pessoas (96%).

Os últimos dados da DGS revelam que há 1.121.522 pessoas entre os 60 e 69 anos (89%) e 1.077.170 entre os 50 e 59 anos (76%) com a dose de reforço.

Os dados da DGS indicam também que 8.805.684 pessoas já completaram a vacinação primária (mais 2.525 em relação ao dia anterior) e que 301.126 crianças entre os 5 e os 11 anos receberam a primeira dose contra a Covid-19 (mais 21 do que na quinta-feira) e que 2.577.281 tomaram a vacina da gripe (mais 2.162).

A Covid-19 provocou pelo menos 5.710.711 de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse, divulgado na sexta-feira.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 20.171 pessoas e foram contabilizados 2.884.540 casos de infeção, segundo dados de hoje da Direção-Geral da Saúde.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante do mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This