01/03/2022 | Covid 19, Lusofonia, Mundo, Notícias

Cabo Verde recebe mais de 100 mil doses de vacinas doadas pelos EUA

Mais de 100 mil doses de vacinas contra a covid-19 da Pfizer, doadas pelos Estados Unidos da América (EUA), chegam quarta-feira a Cabo Verde, anunciou hoje o Governo cabo-verdiano em comunicado.

Trata-se da terceira remessa, de 100.620 doses, de uma doação total de 300.690 doses da mesma vacina disponibilizadas pelas autoridades norte-americanas ao arquipélago cabo-verdiano desde dezembro, no âmbito do mecanismo Covax, criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para permitir o acesso equitativo à vacina da covid-19.

Segundo informação do Governo de Cabo Verde, até 20 de fevereiro o país já tinha utilizado 675.289 doses (71,4%) das vacinas recebidas através do mecanismo Covax “e doações de países amigos e parceiros”, entre os quais, ainda, Portugal, França, Hungria, China, Países Baixos, Eslovénia e Luxemburgo.

Nesse período, 316.317 adultos (85,4% da população elegível) já tinham tomado pelo menos a primeira dose da vacina e 270.338 (73%) a segunda dose.

Além disso, 44.732 adolescentes também já foram vacinados contra a covid-19 em Cabo Verde, equivalente a 75,5% da população estimada dos 12 aos 17 anos, e 42.853 adultos (11,6%) já tinham recebido uma dose de reforço de uma das vacinas contra a covid-19 disponíveis no arquipélago.

A covid-19 provocou pelo menos 5.952.685 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This