14/03/2022 | Destaques, Nacional, Notícias

Estudantes de medicina iniciam ações de sensibilização de Doenças Cardiovasculares e Cerebrovasculares na Madeira e Açores

Arrancou esta segunda-feira a edição 2022 da ‘Medicina Mais Perto: Ilhas’, dedicado aos Açores e Madeira. O projeto da responsabilidade da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa (AEFML) quer sensibilizar a população para a relevância que as Doenças Cardiovasculares e Cerebrovasculares assumem na mortalidade.

Duarte Graça, Coordenador do Departamento de Saúde Pública e Sexual da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa, explica que o projeto “centra-se na defesa dos estudantes e na criação de oportunidades extracurriculares que atuem como um complemento curricular pertinente, de acordo com as necessidades e interesses dos mesmos.

Consciente da necessidade de informar e consciencializar a população para os problemas de saúde, a AEFML, através do Departamento de Saúde Pública e Sexual, leva a cabo um vasto conjunto de atividades promotoras da saúde. Com elas, pretende, simultaneamente, fomentar o trabalho de equipa e sensibilizar aqueles que, num futuro próximo, serão os profissionais de saúde do nosso país, naquele que é um investimento sério na prevenção primária“, acrescenta.

A iniciativa dos estudantes visa identificar e alterar comportamentos de risco de doenças graves e com forte impacto nos indicadores de mortalidade.

Durante os 7 dias da atividade (de 14 a 21 de março), são realizadas inúmeras ações de sensibilização junto da população, nomeadamente através de rastreios cardiovasculares à comunidade e sessões de educação para a saúde em escolas básicas e secundárias das regiões autónomas da Madeira e dos Açores.

O projeto conta com duas equipas,  cada uma constituída por 20 voluntários. O Governo Regional da Madeira e dos Açores apoiaram financeiramente esta nova edição. 

PR/HN/Vaishaly Camões

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This