11/04/2022 | Economia, Nacional, Notícias, Saúde

Viz.ai angaria cerca de 92 milhões de euros e recebe estatuto de unicórnio

A Viz.ai, empresa da área da inteligência artificial, angariou uma ronda de financiamento de 100 milhões de dólares (cerca de 92 milhões de euros), ascendendo ao estatuto de unicórnio, e quer aumentar o número de trabalhadores, foi anunciado.

“A Viz.ai, empresa líder na área da inteligência artificial ao serviço da saúde, acaba de angariar uma ronda de financiamento de 100 milhões de dólares, atingindo uma avaliação de 1,2 mil milhões de dólares, o que eleva a tecnológica ao estatuto de unicórnio”, indicou, em comunicado, a empresa.

A ronda de financiamento de série D foi liderada pela Tiger Global e pela Insight Partners.

Com este investimento, a empresa quer expandir, a nível global, a sua plataforma, bem como a deteção e triagem de doenças adicionais e aumentar a base de clientes.

Em Portugal, a empresa quer apostar no crescimento da equipa, que conta com 30 colaboradores, estando agora a contratar para as funções de Android, iOS e Engineering Manager.

Até ao final do ano, a tecnológica quer duplicar o número de trabalhadores, “chegando a um total global de 500 pessoas na área de engenharia”.

Citado no mesmo documento, o presidente executivo da tecnológica, Chris Mansi, adiantou ainda que a Viz.ai vai continuar a “investir significativamente” em tecnologia e serviços para se integrar em todo o processo hospitalizar, de modo a automatizar a deteção de doenças, aumentar a taxa de diagnóstico e melhorar o fluxo de trabalho.

“No ano passado, tivemos um crescimento significativo em Portugal, crescimento no qual queremos continuar a apostar em 2022. Sendo um país-chave para nós, é nossa intenção estabelecer parcerias com mais de uma série de entidades de saúde por todo o território para reforçar a contratação”, acrescentou o ‘chief technology officer’ da empresa, David Golan.

A Viz.ai, que tem produtos que alertam os profissionais de saúde para a suspeita de doença, permitindo aceder, através de uma aplicação, a opções de tratamento, está localizada nos Estados Unidos, Israel, Portugal e Holanda.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This