Primeira Escola Virtual de Hepatologia para atualizar e consolidar conhecimentos

O Núcleo de Estudos de Doença do Fígado (NEDF) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) e a Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF) estabeleceram uma parceria, com vista à criação da Escola Anual Virtual de Hepatologia, a primeira do país.

Destinada a Internos de formação específica de Medicina Interna e Gastrenterologia ou especialistas de ambas as especialidades com interesse na área, a Escola Anual Virtual de Hepatologia irá funcionar de 8 de setembro de 2022 a 6 de julho de 2023, em regime de E-learning.

No âmbito do protocolo estabelecido, uma quinta-feira por mês, das 20h00 às 21h00, realizar-se-á um webinar através do qual os participantes inscritos vão ter a oportunidade de atualizar e consolidar conhecimentos sobre patologias e outros parâmetros inerentes ao estudo do fígado. Cada sessão terá uma hora de duração – 45 minutos de apresentação e 15 minutos de discussão.

Doença hepática autoimune; Hepatites víricas; Doença hepática associada ao álcool; Tumores hepáticos; Cuidados paliativos em hepatologia; Doença Vascular Hepática são alguns dos temas que compõe o programa formativo.

“Esta foi uma ideia que foi crescendo no núcleo há já alguns meses, e foi-se maturando. É uma ideia inovadora, a nível nacional não existe nada semelhante ao que vamos fazer”, afirma Paulo Carrola, coordenador do NEDF e diretor da escola, frisando que “esperamos que a escola seja um espaço profícuo de conhecimento e partilha. É esse o nosso principal objetivo”.

Por sua vez, José Presa, presidente da APEF e também diretor da Escola Anual Virtual de Hepatologia, elogia a parceria estabelecida destacando a “grande pertinência desta iniciativa formativa”.

“Mais e melhor formação dos nossos médicos hepatologistas sejam eles oriundos de Medicina Interna, gastroenterologia ou outra área este é o nosso core. Esta escola é um projeto que abraçámos com a SPMI por acharmos muito válido. É a partilha de uma série de especialistas, com dedicação especial ao fígado, que aceitaram dedicar parte do seu tempo para, naquela hora, partilharem o seu conhecimento. De referir que esta iniciativa está dedicada à formação de internos de formação específica, mas também de especialistas com interesse na área e que pretendem fazer um refresh de conhecimentos”, explica o presidente da Associação Portuguesa Para o Estudo do Fígado (APEF).

O programa letivo da Escola Anual Virtual de Hepatologia é composto por um total de 11 sessões.

PR/HN

 

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This