Centro Hospitalar de Coimbra não prevê acionar plano de contingência

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) não prevê acionar o plano de contingência devido ao aumento de casos de Covid-19, nem registou impacto na atividade programada de consultas e cirurgias, anunciou esta quarta-feira a instituição.

Em resposta a questões formuladas pela agência Lusa, o gabinete de comunicação do CHUC informou que a unidade de saúde “tem registado um aumento correspondente a uma média diária de 550/600 doentes na urgência de adultos, nas duas últimas semanas”, sendo 13% destes (entre os 71 a 78 casos) diagnosticados com Covid-19.

De acordo com a mesma informação, o CHUC possui 138 doentes internados em enfermaria com Covid-19 e seis doentes em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

“Neste momento não há impacto na atividade programada e nem se prevê que seja acionado o plano de contingência”, acrescentou o gabinete de comunicação do CHUC, justificando a situação com o cumprimento da norma 004/2020 da Direção Geral da Saúde (DGS), atualizada em 21 de abril.

Essa norma estabelece, entre outros, critérios de referenciação para avaliação clínica em Cuidados de Saúde Primários e Unidades Hospitalares, bem como circuitos e medidas de prevenção e controlo de infeção em Cuidados de Saúde Primários, Serviços de Urgência e Internamento Hospitalar.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This