New Life Portugal inaugura retiro para fortalecer a saúde mental

O novo retiro da New Life, em Folgosinho (Gouveia), foi criado com o objetivo de ajudar a dar resposta aos problemas de saúde mental dos portugueses, estando preparado para receber “qualquer pessoa que esteja a passar por um momento difícil”.

Num país onde uma em cada quatro pessoas (25%) apresenta sintomas moderados a graves de ansiedade, depressão e stress pós-traumático, segundo os dados do estudo “Saúde Mental em Tempos de Pandemia (SM-COVID19)”, liderado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, o impacto da Covid-19 na saúde mental e bem-estar está longe do fim.

Só no primeiro ano de pandemia, a Organização Mundial de Saúde dava conta de um aumento de 25% na prevalência global de ansiedade e depressão e reforçava o alerta para os países, aconselhando a inclusão da saúde mental e do apoio psicossocial nos planos de resposta à Covid-19, e salientando a existência de grandes lacunas e preocupações.

É para ajudar a dar resposta a estas lacunas que surge este novo retiro, criado com o apoio financeiro da Autoridade de Turismo de Portugal e do Programa Portugal 2020, localizado em Folgosinho, Gouveia, no parque natural da Serra da Estrela, com uma área de 13 hectares e constituído por dez quintas de pedra tradicionais remodeladas em quatro aglomerados residenciais – 49 suítes para clientes e nove acomodações para funcionários.

Com uma equipa composta por 21 funcionários, liderada por Julien Gryp, managing director da New Life Portugal, este projeto, que nasceu na Tailândia, oferece um programa de tratamento residencial para qualquer pessoa que esteja a passar por um momento difícil.

As instalações incluem um centro comunitário multifuncional com sala de jantar, piscina, sauna, sala de massagem e ginásio, ao qual se junta uma sala de meditação com paredes de vidro e vistas panorâmicas do vale, assim como um centro de terapia com um ambiente tranquilo. Existem quatro programas transformacionais que funcionam segundo um modelo híbrido, onde se combina atenção plena, apoio emocional personalizado, vida em comunidade e reconexão com a natureza.

Segundo o comunicado de imprensa, os hóspedes podem ainda aprender mais sobre meditação, mindfulness e yoga, bem como receber apoio para situações de stress, esgotamento, ansiedade, depressão, tristeza, solidão, prevenção de recaídas e cuidados posteriores ao vício.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This