25/06/2022 | Mundo, Notícias

Líderes democratas prometem ajudar mulheres e médicos na questão do aborto

Líderes democratas de todo o país prometeram na sexta-feira ajudar as mulheres que viajam para fazerem abortos e os médicos de serem perseguidos pelas autoridades nos Estados Unidos, em estados onde o procedimento se torne ilegal.

Na Costa Oeste, os governadores democratas da Califórnia, Washington e Oregon firmaram um “compromisso multi-estado”, afirmando que vão trabalhar para defender pacientes e prestadores de serviços.

Na Carolina do Norte, o governador Roy Cooper, também democrata, enfatizou a importância da eleição de novembro no estado onde o GOP controla a legislatura, mas carece de maioria à prova de veto para ilegalizar o aborto.

“Os governadores democratas são a última linha de defesa contra este tipo de projetos extremos”, disse.

Foi uma estratégia difundida pelo Presidente Joe Biden, que disse à nação na sexta-feira que as vitórias democratas a nível estatal em novembro poderiam frustrar os esforços para banir o aborto.

“O Congresso tem de agir e com o vosso voto, vocês podem agir”, afirmou Biden.

Newsom anunciou o plano da Costa Oeste num testemunho de vídeo com a governadora de Oregon, Kate Brown, e o governador de Washington, Jay Inslee.

“Não interessa quem és ou de onde vens, o Oregon não rejeita ninguém à procura de cuidados de saúde”, afirmou Brown.

Os três estados antecipam um fluxo de pessoas à procura de abortos, especialmente à medida que os estados vizinhos conservadores forem tornarem o procedimento ilegal ou introduzam restrições.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This