Hospital de Vila Franca de Xira contratou 4 novos médicos para responder a carências

O Hospital de Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa, vai ter quatro novos médicos especialistas para dar resposta nas áreas de Ginecologia/Obstetrícia, Oncologia e Medicina Interna, divulgou sexta-feira fonte da unidade.

Em comunicado, fonte do Hospital de Vila Franca de Xira (HVFX) refere que dois dos quatro novos médicos contratados irão reforçar o serviço de Medicina Interna, uma das áreas com “objetiva carência de recursos humanos médicos desde 2019, devido ao elevado número de doentes que tem ao seu cuidado”.

Em 13 de junho, fonte do HVFX tinha indicado que pediu ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) que encaminhasse para outras unidades os utentes transportados em ambulância, por incapacidade do seu Serviço de Urgência, ressalvando que a situação apenas abrangia a Urgência Geral de adultos.

“Recorda-se que os constrangimentos do Serviço de Medicina Interna têm sido alvo da atenção e prioridade do conselho de administração do Hospital de Vila Franca de Xira que, em articulação com a tutela, conseguiu, no último ano, a abertura de 12 vagas para a Especialidade de Medicina Interna, tendo o serviço conseguido preencher três dessas 12 vagas”, indica a nota.

Estas quatro novas contratações surgem dois meses depois de o HVFX ter anunciado que a tutela autorizou a contratação de 77 enfermeiros especialistas e gestores, afirmando que tal contribui para “uma contínua melhoria dos serviços prestados à população”.

Nas últimas semanas, vários serviços de urgência de Obstetrícia e Ginecologia e bloco de partos de vários pontos do país tiveram de encerrar por determinados períodos ou funcionaram com limitações, devido à dificuldade dos hospitais em completarem as escalas de serviço de médicos especialistas.

Para dar uma resposta a esta situação, a ministra da Saúde criou uma comissão de acompanhamento constituída por seis elementos.

No final de abril de 2021, o Governo aprovou um decreto-lei que contemplava a passagem do HVFX, que serve cerca de 250 mil habitantes de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Benavente e Vila Franca de Xira, para o modelo de entidade pública empresarial.

O equipamento, inaugurado em março de 2013, foi gerido até maio de 2021 em regime de parceria público privada pelo grupo Mello Saúde.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This