Investigação sobre reações dos jovens ao impacto da pandemia distinguida

Uma investigação coordenada pela Universidade de Coimbra sobre o impacto da Covid-19 “nos planos futuros e níveis de aceitação das restrições por parte das gerações mais jovens” foi distinguida com um “Emerald Literati Award 2022”, pela editora científica Emerald.

O estudo, coordenado pela docente da Faculdade de Letras Cláudia Seabra, juntou investigadores de cinco países (Portugal, Egito, Turquia, Paquistão e Reino Unido).

Segundo a Universidade de Coimbra, “o objetivo central deste trabalho passou por perceber como é que as gerações mais novas aceitaram as imposições e medidas implementadas na sequência da pandemia e o impacto que estas tiveram na sua perceção de segurança no quotidiano e em contextos de viagem em três mercados turísticos recetores: Portugal, Egito e Turquia”.

A investigação permitiu concluir que “a pandemia de covid-19 teve um forte impacto nas rotinas quotidianas e planos de viagens futuras dos jovens dos três países analisados, revelando que os jovens portugueses foram os que menos aceitaram as medidas restritivas impostas pelo Governo”, explicou a investigadora, citada numa nota de imprensa.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This