Cardiologistas de intervenção divulgam conhecimentos sobre tratamento da doença coronária

O Hospital de Santa Marta prepara-se para acolher a iniciativa formativa “Day at the Cath Lab”, com a temática “Microcirculação – Assessment of Angina or Ischemia with non-obstructive coronary arteries (ANOCA/INOCA)”, no próximo dia 25 de novembro.

Pretende-se debater e partilhar conhecimentos sobre a temática, alertando para a importância do diagnóstico precoce nos doentes com prognóstico cardiovascular desfavorável. Tijn P.J. Jansen, cardiologista de intervenção no Radboud University Medical Center, na Holanda, vai participar na apresentação e discussão do tema “Como tratar os pacientes ANOCA/INOCA?”, neste evento promovido pela Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC).

Segundo Rúben Ramos, cardiologista de intervenção no Hospital de Santa Marta e responsável pelo programa, este D@CL terá um formato misto (teórico e prático). “Na primeira parte teremos um fórum de discussão onde os convidados farão curtas comunicações sobre o atual panorama do estudo invasivo ANOCA em Portugal, discussão de métodos invasivos e não invasivos e perspetivas atuais e futuras de tratamento. Na segunda parte, mais prática, estaremos no laboratório para aplicar um protocolo compreensivo e sistematizado de estudo invasivo em três doentes com ANOCA”, explica.

E acrescenta: “Em cerca de dois terços de mulheres e um terço de homens submetidos a coronariografia invasiva, por angina estável e/ou teste de isquemia anormal, não é detetada doença coronária obstrutiva.  A disfunção vascular coronária é uma causa muito prevalente de angina nestes doentes com ANOCA. Nos últimos dois anos, temos utilizado no Hospital de Santa Marta este protocolo de avaliação com frequência crescente (cerca de 60 casos) e esta reunião vai ajudar-nos a divulgar o tema e partilhar a nossa experiência.”

Carlos Braga, cardiologista de intervenção e responsável pela iniciativa D@CL, explica que, no dia 25 de novembro, pretendem “divulgar os métodos invasivos disponíveis no Laboratório de Hemodinâmica do Hospital de Santa Marta que permitem de uma forma rápida, sistematizada e reprodutível diagnosticar e classificar os vários subtipos de ANOCA, mas também promover a atividade formativa para os cardiologistas de intervenção com interesse na área”.

O responsável acrescenta que “o D@CL é uma iniciativa que também permite aos cardiologistas de intervenção conhecerem o dia a dia de um Laboratório de Hemodinâmica do país, num ambiente informal, hands on e de proximidade”.

O Laboratório de Hemodinâmica do Hospital de Santa Marta tem vindo a realizar estudos de disfunção vascular que servem de tema a este D@CL e que já são rotina no hospital. Por outro lado, disponibiliza programas dedicados a oclusões crónicas e de ICP de alto risco com ou sem suporte ventricular.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This