Projeto quer promover coabitação entre idosos e estudantes de Coimbra

27 de Fevereiro 2023

Um novo projeto nasceu em Coimbra em que estudantes universitários podem receber alojamento gratuito em casa de uma pessoa idosa da cidade, num modelo de coabitação intergeracional.

O programa, intitulado “Abraço de Gerações”, é dinamizado pela Associação Cozinhas Económicas Rainha Santa Isabel (ACERSI), sediada na Baixa de Coimbra, procurando dar resposta a dois problemas sentidos na cidade – a dificuldade de acesso a alojamento pelos estudantes e o isolamento de pessoas idosas -, afirmou à agência Lusa a coordenadora da área dos idosos naquela instituição, Teresa Sousa.

A iniciativa é dinamizada em parceria com a Associação Académica de Coimbra (AAC) e com a Associação de Antigos Estudantes de Coimbra, estando inserido num projeto intitulado “Oficina dos Avós”, que dá resposta à população idosa da cidade, com diferentes atividades.

“A ideia já fazia parte do programa, mas estava um pouco parado e percebemos que, num momento em que se fala da crise de habitação, fazia sentido lançá-lo. Quer o estudante quer o idoso podem beneficiar deste projeto”, realçou Teresa Sousa.

Para a técnica, face ao número de idosos a viver sozinhos, a que a própria ACERSI dá resposta, e aos vários estudantes “que passam dificuldades”, é importante um projeto que promova “a coabitação”.

Em casos em que a pessoa idosa não queira ou não possa acolher um estudante, há uma outra resposta em que o jovem se compromete a fazer duas visitas por semana e a acompanhar a pessoa até ao centro de saúde ou farmácia, esclareceu.

“Mas o grande foco é a coabitação, que permite quebrar momentos de solidão e garantir que o estudante possa continuar os seus estudos, mas tem de haver um relacionamento. Têm de ser criados laços entre os dois”, realçou.

A ACERSI faz uma avaliação sócio-económica e psicológica dos candidatos, assim como o acompanhamento do processo.

Apesar de as condições económicas serem importantes na seleção, Teresa Sousa vincou que à ACERSI interessa também encontrar um perfil de estudante adequado para cada pessoa idosa.

Os interessados em participar (sejam estudantes ou pessoas idosas a morar sozinha) podem contactar qualquer uma das três entidades envolvidas no projeto, referiu.

No passado, em Coimbra, foi criado outro projeto idêntico, intitulado “Lado a Lado”, na altura numa parceria entre a Associação Académica de Coimbra e o Centro de Acolhimento João Paulo II.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Prémio Princesa das Astúrias para tratamentos contra bactérias resistentes

Advertisement

O Prémio Princesa das Astúrias da Investigação Científica 2023 foi hoje atribuído aos cientistas norte-americanos Jeffrey Gordon, Everett Peter Greenberg e Bonnie Lynn Bassler por investigações que contribuíram para desenvolver tratamentos contra bactérias resistentes e antibióticos.

MAIS LIDAS

Share This