Médicos “cautelosamente otimistas” sobre estado de saúde de Berlusconi

10 de Abril 2023

A equipa médica que segue o político italiano Silvio Berlusconi manifestou-se hoje “cautelosamente otimista” em relação aos “bons resultados” do tratamento ao antigo primeiro-ministro, que está numa unidade de cuidados intensivos.

Berlusconi está internado no Hospital San Raffaele, em Milão (norte), onde está internado desde 05 deste mês.

“As terapias citorredutoras, antimicrobianas e anti-inflamatórias estão a dar os resultados esperados, o que nos permite expressar um otimismo cauteloso. O presidente Silvio Berlusconi permanece nos cuidados intensivos”, segundo se lê no boletim médico, o segundo emitido oficialmente desde a hospitalização.

Na primeira comunicação, os médicos confirmaram que o magnata italiano, de 86 anos, sofre de leucemia há muito tempo e que teve de ser internado com urgência devido a uma infeção pulmonar.

“Nas últimas 48 horas, houve uma melhora progressiva e constante das funções orgânicas monitorizadas”, refere-se na última atualização.

A Itália especula há dias sobre o estado de saúde do três vezes primeiro-ministro do país, líder do partido político Forza Italia e diretor da Mediaset, um dos impérios da comunicação social mais importantes da Itália e da Europa, entre outras grandes empresas para a economia italiana.

Entre os profissionais de saúde que o tratam está Alberto Zangrillo, médico habitual de Berlusconi há décadas, que admitiu neste fim de semana que o líder do Forza Italia sofre de “uma patologia grave” e que está numa situação “difícil”, destacando, porém, que “está a responder bem ao tratamento”.

“Estou tranquilo, Berlusconi responde bem ao tratamento. Acima de tudo porque estamos a fazer tudo o que é possível. Tenho um paciente à minha frente que também é um grande amigo, não posso negar, há um envolvimento pessoal muito grande”, disse o médico aos jornalistas que cobrem o evento e que estão em permanência no hospital.

Por seu lado, o coordenador do Forza Italia e ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Antonio Tajani, declarou à imprensa que Berlusconi pretende reaparecer publicamente a 05 de maio na convenção do partido, negando “veementemente” que esteja a ser considerada qualquer sucessão na liderança da força política.

Constantemente acompanhado pela família, Berlusconi tem recebido várias visitas, entre elas, observou a agência noticiosa espanhola EFE, a do presidente da Mediaset, Fedele Confalonieri, que, aos jornalistas, à saída, disse haver “preocupação” quanto ao estado de saúde do magnata italiano, embora haja “otimisnmo”.

Na passada sexta-feira, Berlusconi telefonou para o diretor do Il Giornale, Augusto Minzolini, lê-se hoje no editorial do jornal.

“É difícil, mas vou sair dessa”, disse Berlusconi, segundo o editorial.

Desde que entrou no hospital, Berlusconi também contactou líderes do seu partido e aliados no governo, como a primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, e o vice-presidente e ministro das Infraestruturas, Matteo Salvini.

Berlusconi já tinha sido hospitalizado em San Raffaele na semana passada para o que foi descrito como “exames médicos”, mas o estado de saúde não foi considerado preocupante.

Ao longo dos anos, Berlusconi passou por sucessivos internamentos. Num dos mais recentes, em janeiro de 2022, foi internado por causa de uma infeção urinária.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Luís Meira diz que Força Aérea não tinha meios para ajudar INEM

O presidente demissionário do INEM revelou hoje que quando o instituto foi forçado a reduzir o serviço de helicópteros durante a noite, no início do ano, contactou a Força Aérea, que disse não ter meios para poder garantir a resposta necessária.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights