Ginecologia/Obstetrícia do Santa Maria inicia obras de requalificação em agosto

25 de Maio 2023

O Departamento de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital Santa Maria inicia a 1 de agosto as obras de requalificação e expansão, um investimento que ronda os seis milhões de euros.

Três milhões correspondem à linha de financiamento da Direção Executiva do SNS (DE SNS) e a outra metade do valor advém do plano de investimentos do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte. São cerca de seis milhões de euros, uma das maiores fatias de investimento do programa de apoio à requalificação de 33 blocos de partos dos hospitais do SNS (total de 27 milhões de euros).

As obras têm como objetivo requalificar e capacitar o Departamento de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital de Santa Maria. “Trata-se de uma aposta séria na qualificação das infraestruturas e dos respetivos equipamentos dos blocos de partos, num programa inovador no SNS, que pretende melhorar a assistência, a segurança e os cuidados prestados à comunidade”, explica o CEO da Direção Executiva do SNS, Fernando Araújo. 

Está prevista a construção de novos quartos de dilatação/parto, a remodelação da urgência de Ginecologia/Obstetrícia, aumento do número de camas para o Bloco de Partos e para o SO (Sala de Observação), num total de cerca de mil metros quadrados de área nova a ser construída. Está também prevista a ampliação do internamento de puerpério, novas instalações para ecografia e a renovação do Serviço de Neonatologia, num valor estimado de cerca de 3 milhões de euros de investimento total do CHULN.  

“A construção do novo edifício do Bloco de Partos do Hospital de Santa Maria, acompanhada da expansão do internamento de puerpério e da total renovação da Neonatologia, concretiza um sonho de décadas do CHULN e vai reforçar a prestação dos melhores cuidados às nossas grávidas e recém-nascidos”, sublinha a presidente do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, Ana Paula Martins.

A data de conclusão das obras de requalificação está prevista para março de 2024. Entretanto, foi elaborado e organizado um plano de contingência, no sentido da concentração de atividade no serviço no Hospital São Francisco Xavier, num plano de colaboração em rede, delineado pelos profissionais de ambas as equipas em conjunto. O serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital S. Francisco Xavier irá ser reforçado ao nível dos recursos humanos e equipamentos, explica a nota enviada aos jornalistas. “Trata-se de um projeto estratégico para o CHULN e para toda a região Sul do país, que passará a deter a maior e mais diferenciada maternidade do País.”

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Cáritas de Coimbra em projeto europeu para demência

Advertisement

Uma tecnologia baseada em sensores de inteligência artificial 3D, testada num projeto europeu liderado em Portugal pela Cáritas Diocesana de Coimbra, foi divulgada hoje como solução para melhorar o cuidado de pessoas com demência.

MAIS LIDAS

Share This