APEF lança e-book gratuito sobre as hepatites

28 de Julho 2023

A Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF) acaba de lançar o e-book "A Hepatite não pode esperar", tendo como objetivo consciencializar a população para o diagnóstico precoce, o tratamento e a prevenção das hepatites virais.

“Com este documento pretendemos divulgar informação e consciencializar os portugueses para as Hepatites, uma doença que representa um problema de saúde pública e afeta milhões de pessoas em todo o mundo. As Hepatites de causa viral são provocadas por diferentes vírus, que podem ser categorizadas nas tipologias A, B, C, D ou E. Por este motivo, é crucial que as pessoas estejam informadas e conscientes de que as diferentes tipologias apresentam vários modos de transmissão, sintomas, tratamento e prevenção”, explica Arsénio Santos, presidente da Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF).

E acrescenta: “Estas condições apresentam diferentes gravidades e exigem confirmação através de exames de sangue e de Imagiologia. Neste sentido, com esta iniciativa, queremos que as pessoas compreendam a importância do diagnóstico e do tratamento, uma vez que limitam que o vírus se propague e as lesões se agravem, especialmente nos casos graves e crónicos. Pessoas mais informadas sobre os fatores de risco para as doenças do fígado, formas de as diagnosticar, de tratar, e de as prevenir, constroem uma sociedade mais forte e saudável”.

O e-book está disponível gratuitamente no site da associação, podendo ser consultado em: https://apef.com.pt/ebook-a-hepatite-nao-pode-esperar/.

A hepatite caracteriza-se por uma inflamação das células do fígado, que pode ter várias causas, nomeadamente os vírus da hepatite A, B, C, D e E, sendo a B e a C as que têm maior impacto na saúde pública. O fígado é um importante órgão do sistema digestivo e, no caso de inflamação ou lesão, pode haver comprometimento da sua função, podendo originar diversas complicações a curto ou a longo prazo.

A hepatite é uma doença evitável, tratável e, no caso da hepatite C, curável. As hepatites virais B e C afetam 350 milhões de pessoas em todo o mundo, causando 1,4 milhões de mortes por ano. Em Portugal poderão ainda existir milhares de doentes com hepatites B e C não diagnosticados.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Prémio de Investigação Noémia Afonso recebe trabalhos até 31 de julho

O Prémio de Investigação Noémia Afonso, promovido pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS), anunciou a extensão do prazo de envio dos trabalhos até 31 de julho de 2024. A iniciativa tem como objetivo incentivar a cultura científica e fomentar a investigação clínica na área do cancro da mama.

Guadalupe Simões: Quantidade de atos “não se traduz em acompanhamento com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”

Esta sexta-feira, Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, criticou a escolha do Governo de pagar pela quantidade de atos. “Quando o Governo diz que dá incentivos ou que dá suplementos financeiros se fizerem mais intervenções cirúrgicas, se tiverem mais doentes nas listas, se operarem mais doentes no âmbito dos programas do SIGIC, se, se, se, está sempre a falar de quantidade de atos, que não se traduz em acompanhamento das pessoas com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”, explicou ao HealthNews.

Guadalupe Simões: “Reunião apenas serviu para o Ministério da Saúde promover essa chantagem tentando que nós suspendêssemos a greve”

A reunião entre o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) e o Ministério da Saúde “correu muito mal”. Na quinta-feira, “o Ministério da Saúde procurou chantagear o sindicato dizendo que só negociava se a greve fosse suspensa”, contou ao HealthNews Guadalupe Simões, dirigente do SEP, que, por esse motivo, pelos enfermeiros, pelos doentes e pelo SNS, espera que haja uma forte adesão à greve nacional de 2 de agosto.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights