Autarca de Tondela pede audiência a ministra sobre falhas na urgência hospitalar

25 de Junho 2024

A presidente da Câmara Municipal de Tondela, Carla Antunes Borges, pediu uma audiência à ministra da Saúde para falar das falhas que se têm verificado no funcionamento da urgência do Hospital Cândido de Figueiredo.

Durante a reunião pública do executivo municipal realizada hoje, Carla Antunes Borges disse que, já há “algum tempo”, o assunto tem sido abordado com a administração da Unidade Local de Saúde (ULS) Viseu Dão Lafões, que integra o Hospital Cândido de Figueiredo.

“Temos vindo, junto da administração da ULS Viseu Dão Lafões, a dar nota das nossas preocupações relativamente ao funcionamento da urgência de Tondela, funcionamento esse que cada vez estava a ser mais pressionado por força dos planos de contingência da urgência do hospital de Viseu e agora também mais recentemente pelo encerramento noturno da urgência de pediatria [desde 01 de junho]”, afirmou.

Por estar preocupada com o que se tem passado nos serviços de urgência, quer de Tondela, quer de Viseu, a autarca social-democrata pediu audiências à ministra da Saúde, Ana Paula Martins, e também ao conselho de administração da ULS Viseu Dão Lafões, que está demissionário.

A última já se realizou, mas Carla Antunes Borges disse continuar preocupada, uma vez que, “de uma forma até estranha e até surpreendente, só agora, após as várias reuniões que houve ao longo destes anos com o conselho de administração é que, pela primeira”, foi referido que “o que se passa com as urgências é um problema sistémico”.

“Preocupamo-nos de uma forma profunda com o funcionamento das urgências de Tondela, entendemos que há necessidade de olhar para aquele serviço e encontrar soluções de maneira que os nossos cidadãos e todos os utentes daquela unidade hospitalar possam ser atendidos com acompanhamento profissional e dando resposta às suas necessidades de saúde”, frisou a autarca.

Durante a reunião de câmara, Carla Antunes Borges avançou que estão a ser desenvolvidos trabalhos para mudar a Unidade de Saúde Familiar (USF) de Tondela para os contentores instalados junto ao Pavilhão Municipal, para que o atual edifício do centro de saúde possa ser requalificado.

Os trabalhos estão orçados em 1,7 milhões de euros e são financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Expansão do modelo ULS

Fernando Araújo é um dos autores de um artigo publicado na revista “Frontiers in Public Health”, em maio deste ano, que explica a história e perspetiva o futuro do modelo ULS.

Cérebro humano consegue distinguir vozes deepfake de vozes reais

Os nossos cérebros processam vozes naturais e vozes deepfake de forma diferente? Pesquisas realizadas na Universidade de Zurique indicam que sim. Num novo estudo, investigadores identificaram duas regiões cerebrais que respondem de maneira distinta a vozes naturais e a vozes deepfake.

Solidão e problemas de saúde mental estão interligados

Os resultados de um estudo realizado por investigadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), da Universidade de Oslo, da UiT Universidade do Ártico da Noruega, da OsloMet, do Hospital Universitário de Oslo e do Hospital Innlandet e publicados na BJPsych Open, mostram que pessoas solitárias têm maior probabilidade de tomar medicação para depressão, psicose e outros distúrbios mentais.

Pressão arterial elevada associada a pior cognição em adolescentes

Adolescentes com pressão arterial elevada e rigidez arterial podem experienciar funções cognitivas mais fracas, de acordo com um estudo recente finlandês realizado por investigadores das universidades de Jyväskylä e de Eastern Finland, ambas na Finlândia.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights