MEDICAMENTO

Lacerda Sales remete-se ao silêncio sobre marcação de consulta

O ex-secretário de Estado António Lacerda Sales escusou-se a responder se deu alguma indicação para a marcação da primeira consulta das gémeas tratadas com o medicamento Zolgensma e disse não ter recebido nenhum ofício de alguém hierarquicamente superior.

Cronologia do caso gémeas

Cronologia do caso gémeas

A Polícia Judiciária está hoje a fazer buscas em duas unidades do Serviço Nacional de Saúde e em instalações da Segurança Social no âmbito do caso das gémeas tratadas em Lisboa com um medicamento de quatro milhões de euros.

Caso gémeas: Comissão começa audições em 17 de junho

Caso gémeas: Comissão começa audições em 17 de junho

A comissão de inquérito ao caso das gémeas tratadas com o medicamento Zolgensma agendou o início das audições para 17 de junho com depoimento do antigo secretário de Estado Adjunto e da Saúde António Lacerda Sales.

Caso gémeas: BE quer ter acesso ao relatório da IGAS

Caso gémeas: BE quer ter acesso ao relatório da IGAS

O BE quer ter acesso ao relatório da Inspeção Geral das Atividades em Saúde, que conclui pela ilegalidade do acesso à consulta de neuropediatria das gémeas luso-brasileiras tratadas com um medicamento de milhões de euros, foi esta sexta-feira divulgado.

ÚLTIMAS

Luís Montenegro: “Concordo com a necessidade de valorizar a carreira dos bombeiros e estamos a trabalhar nisso”

Hoje, no debate sobre o estado da nação, o primeiro-ministro respondeu a Inês Sousa Real que concorda que é necessário valorizar a carreira dos bombeiros, mas o Governo está “a trabalhar nisso”, e garantiu que não está desatento à violência doméstica, tendo já avançado com um despacho para a criação de um grupo de trabalho “transversal” no âmbito do apoio à vítima.

MAIS LIDAS

OPINIÃO

Caso gémeas: Comissão de inquérito vai prosseguir enquanto decorre investigação do MP

Luís Montenegro: “Concordo com a necessidade de valorizar a carreira dos bombeiros e estamos a trabalhar nisso”

Hoje, no debate sobre o estado da nação, o primeiro-ministro respondeu a Inês Sousa Real que concorda que é necessário valorizar a carreira dos bombeiros, mas o Governo está “a trabalhar nisso”, e garantiu que não está desatento à violência doméstica, tendo já avançado com um despacho para a criação de um grupo de trabalho “transversal” no âmbito do apoio à vítima.

Verified by MonsterInsights