Países Baixos anunciam fim do uso de máscara e de outras restrições

Países Baixos anunciam fim do uso de máscara e de outras restrições

O alívio das medidas restritivas vai entrou em vigor por etapas entre terça-feira e 25 de fevereiro, disse o ministro da Saúde, Ernst Kuipers, numa conferência de imprensa que, pela primeira vez desde março de 2020, não contou com a presença do primeiro-ministro neerlandês Mark Rute, que se distancia da ribalta em relação à gestão da pandemia devido à entrada numa nova fase.

A única restrição que permanece até ao final do mês diz respeito aos eventos interiores com mais de 500 pessoas, que necessitam de teste negativo, estejam vacinados ou não, o que significa que jogos de futebol e eventos ao ar livre terão livre acesso.

A Covid-19 provocou pelo menos 5.823.938 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

LUSA/HN

Remodelação dará “dignidade” ao Centro de Saúde das Lajes do Pico

Remodelação dará “dignidade” ao Centro de Saúde das Lajes do Pico

Em comunicado, o executivo açoriano (PSD/CDS-PP/PPM) revela que o projeto de remodelação do equipamento foi apresentado ontem naquele concelho pelo secretário da Saúde, Clélio Meneses, e pela secretária das Obras Públicas, Ana Carvalho.

Citado no comunicado, o secretário regional defendeu que a obra “vai dar dignidade aos cuidados de saúde na ilha do Pico” e lembrou que o atual executivo “cumpriu a palavra de reabrir os serviços de atendimento permanente dos centros de saúde das Lajes e São Roque do Pico”.

“Já foram contratados no último ano sete enfermeiros e um médico, tendo ficado desertos dois concursos para a contratação de mais dois médicos, o que se espera que seja ultrapassado com o novo regime de incentivos à fixação publicado recentemente”, acrescentou Clélio Meneses, segundo a nota de imprensa.

A intervenção, que terá um “prazo de execução de 420 dias”, vai “capacitar o edifício de espaços especializados na unidade básica de urgência, nos serviços médicos e de enfermagem, diagnóstico e terapêutica, internamento e administrativos”.

“A empreitada de remodelação do Centro de Saúde das Lajes do Pico tem como objetivo principal dotar o centro de saúde de melhores condições físicas para os seus profissionais e utentes, que passam, por um lado, por corrigir um conjunto de patologias existentes e, por outro, por alterar a distribuição funcional de serviços”, informa o governo.

Em 09 de novembro de 2021, o presidente do Governo dos Açores, o social-democrata José Manuel Bolieiro, anunciou que obra de reabilitação do Centro de Saúde das Lajes do Pico deveria arrancar no início de 2022.

LUSA/HN

Açores com 67 novos casos, 37 recuperações e 479 infeções ativas

Açores com 67 novos casos, 37 recuperações e 479 infeções ativas

No seu comunicado diário, a entidade adianta que, nas últimas 24 horas, foram realizados 1.281 testes e detetados 42 casos de Covid-19 em São Miguel, 16 na Terceira, cinco em Santa Maria e quatro na Graciosa.

Em São Miguel, foram registados 26 novos casos no concelho de Ponta Delgada, sete no da Povoação, seis no da Lagoa, dois no de Vila Franca do Campo e um no da Ribeira Grande.

Na Terceira foram registados 16 novos casos, sendo cinco no concelho de Angra do Heroísmo e 11 no concelho da Praia da Vitória.

Em Santa Maria, foram registados cinco casos no concelho de Vila do Porto e, na Graciosa, há também quatro novos casos correspondentes ao concelho de Santa Cruz.

Hoje estão 10 doentes internados nos Açores com Covid-19, menos um do que na terça-feira.

Nove dos doentes estão internados no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada (dois em Unidade de Cuidados Intensivos), na ilha de São Miguel, e um no Hospital de Santo Espírito, em Angra do Heroísmo, na Terceira.

O arquipélago regista presentemente 479 casos ativos, sendo 380 em São Miguel, 42 na Terceira, 28 em Santa Maria, 16 na Graciosa, seis no Faial, quatro nas Flores e três no Pico.

Desde o início da pandemia, os Açores contabilizam 10.844 casos de Covid-19, um total de 10.125 recuperações e 49 mortes.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados em relação à pandemia, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da Direção-Geral da Saúde.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 07 de dezembro de 2021, 197.309 pessoas completaram a vacinação contra a Covid-19 nos Açores (83,4%) e 27.316 receberam já o reforço da vacina (3.ª dose).

A Covid-19 provocou mais de 5,35 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.812 pessoas e foram contabilizados 1.233.608 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 89 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

LUSA/HN

Açores com mais de vinte novos casos positivos e 251 infeções ativas

Açores com mais de vinte novos casos positivos e 251 infeções ativas

No boletim diário, relativo às últimas 24 horas, aquela entidade esclarece que, dos 22 novos casos diagnosticados de infeção por SARS-CoV-2, que provoca a Covid-19, 19 dizem respeito à ilha de São Miguel, dois à Terceira e um ao Pico.

Os novos casos foram identificados após a realização de 910 testes.

“O arquipélago regista presentemente 251 casos positivos ativos, sendo 179 em São Miguel, 40 na Terceira, 20 no Faial, cinco em São Jorge, três na Graciosa, três no Pico e um no Corvo”, resume a Autoridade.

Em São Miguel, 13 casos positivos foram identificados no concelho de Ponta Delgada, três no concelho da Povoação, dois no concelho da Ribeira Grande e um no da Lagoa.

Na Terceira, há dois novos casos positivos no concelho de Angra do Heroísmo.

No Pico, há um novo caso positivo no concelho da Madalena.

A Autoridade de Saúde indica que está hoje internado um doente, no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, “fora de Unidade de Cuidados Intensivos”.

“Nas últimas 24 horas foram registadas 14 recuperações”, acrescenta.

Desde o início da pandemia, o arquipélago registou 48 óbitos.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Até segunda-feira, foram vacinadas nos Açores 175.414 pessoas com a primeira dose (74,1%) e 196.258 com a vacinação completa (82,9%), no âmbito do Plano Regional de Vacinação, indica a Autoridade de Saúde Regional.

Até esta data 12.734 utentes receberam o reforço da vacina (3.ª dose).

A Covid-19 provocou pelo menos 5.233.111 mortes em todo o mundo, entre mais de 263,61 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.514 pessoas e foram contabilizados 1.163.001 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em cerca de 30 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

LUSA/HN

Açores com 22 novos casos nas últimas 24 horas e 222 infeções ativas

Açores com 22 novos casos nas últimas 24 horas e 222 infeções ativas

No seu comunicado diário, aquela entidade adianta que foram registadas, nas últimas 24 horas, 14 recuperações.

O arquipélago regista presentemente “222 casos positivos ativos, sendo 186 em São Miguel, 12 em São Jorge, 10 na Terceira, seis no Faial, quatro no Pico, três em Santa Maria e um na Graciosa”, acrescenta.

Quanto aos novos casos, na ilha de São Miguel foram registados 13 casos positivos no concelho de Ponta Delgada, dois no concelho da Ribeira Grande, um no concelho da Lagoa e um no concelho da Povoação.

No Faial, os três casos agora registados dizem respeito ao concelho da Horta.

O caso registado na Terceira corresponde ao concelho de Angra do Heroísmo e, no Pico, há um novo caso no concelho da Madalena.

Os novos casos são resultantes de 567 testes realizados.

Hoje permanecem quatro doentes internados, todos no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, sendo que nenhum se encontra em Unidade de Cuidados Intensivos.

O arquipélago registou 46 mortes associadas à Covid-19 desde o início da pandemia.

Até quinta-feira, foram vacinadas nos Açores 174.77 pessoas com a primeira dose (73,9%) e 195.283 com a vacinação completa (82,5%), no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

A autoridade indica que 4.760 utentes receberam o reforço da vacina (3ª dose).

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da Direção-Geral da Saúde.

LUSA/HN