Cerca de 70 mil empresas pediram para aderir a ‘lay-off’ até 3.ª-feira

16 de Abril 2020

Cerca de 70 mil empresas apresentaram, até terça-feira, o requerimento para acesso ao 'lay-off' simplificado, com um universo de cerca de um milhão de trabalhadores, disse o ministro da Economia

“Ontem [terça-feira] eram cerca de 70 mil as empresas que tinham feito requerimentos para aderirem ao ‘lay-off’ e o conjunto dessas empresas tem nos seus quadros de pessoal quase um milhão de trabalhadores”, respondeu Pedro Siza Vieira, durante o programa Grande Entrevista, na RTP3, na quarta-feira, quando questionado sobre quantas empresas tinham pedido para aderir a esta medida.

Apesar de considerar que este número “é uma coisa bastante significativa”, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital ressalvou que “não quer dizer que estes trabalhadores estejam todos” em ‘lay-off’ (que consiste na redução temporária dos períodos normais de trabalho ou suspensão dos contratos de trabalho efetuada por iniciativa das empresas, durante um determinado tempo).

O governante explicou que há empresas que “colocaram os trabalhadores em ‘lay-off’ parcial”, enquanto outras “só meteram uma parte da força de trabalho” neste regime.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Relatório de saúde STADA 2024: sistemas de saúde na Europa precisam de reformas urgentes

Os sistemas de saúde europeus estão em crise e necessitam de uma reforma urgente, revela o Relatório de Saúde da STADA 2024. Este inquérito representativo, que envolveu cerca de 46.000 entrevistados em 23 países europeus, destaca que os sistemas de saúde não conseguem atender adequadamente às necessidades de muitos europeus, levando-os a assumir a responsabilidade pela sua própria saúde.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights