Mais 78 requerentes de asilo em Portugal fizeram testes de despistagem hoje de manhã

26 de Abril 2020

Lisboa, 26 abr 2020 (Lusa) - Setenta e oito requerentes de asilo que se encontram num 'hostel' na freguesia de Arroios, em Lisboa, fizeram hoje o teste de despistagem à covid-19, disse à agência Lusa fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).

Lisboa, 26 abr 2020 (Lusa) – Setenta e oito requerentes de asilo que se encontram num ‘hostel’ na freguesia de Arroios, em Lisboa, fizeram hoje o teste de despistagem à covid-19, disse à agência Lusa fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).

De acordo com a mesma fonte, dois funcionários do ‘hostel’ localizado na Rua Passos Manuel, a Lisbon Bangla Guest House, foram igualmente testados.

Na sexta-feira, o ministro da Administração Interna adiantou que o Governo iria promover a realização de testes à covid-19 relativamente a requentes de asilo que se encontram a aguardar decisão administrativa e judicial em alojamentos coletivos, sobretudo na área de Lisboa.

A mesma fonte do MAI acrescentou que nos próximos dias irão continuar a ser feitos testes de despistagem em outros alojamentos, no âmbito de uma “operação de prevenção”.

No sábado, o delegado de saúde de Lisboa e Vale do Tejo tinha adiantado à Lusa que os testes de despistagem aos requerentes de asilo em Portugal já tinham começado a ser feitos e que tinham sido testadas cerca de 30 pessoas.

Na segunda-feira, a presidente do Conselho Português para os Refugiados (CPR), Mónica Farinha, disse à Lusa que o organismo está a acompanhar atualmente 950 requerentes de proteção, dos quais cerca de 800 se encontram em alojamentos externos aos serviços, em ‘hostels’ na cidade de Lisboa.

No dia anterior, um ‘hostel’ localizado na Rua Morais Soares, na freguesia de Arroios, foi evacuado devido a um caso positivo da doença.

A unidade, que foi entretanto desinfetada, albergava perto de 200 pessoas em cerca de 40 quartos, segundo as autoridades.

Posteriormente, os 171 migrantes que estavam hospedados no ‘hostel’ foram transportados para a Base Aérea da Ota, em Alenquer.

Destes requerentes de asilo, 136 testaram positivo à presença do novo coronavírus (SARS-CoV-2), sete com resultados inconclusivos e 26 com testes negativos.

No entanto, quando foram realizados os testes à covid-19 aos migrantes alojados no ‘hostel’, 25 não estavam presentes.

A pedido das autoridades sanitárias, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) realizou várias averiguações e, na quarta-feira, anunciou que tinha detetado 19 dos 25 cidadãos estrangeiros.

Dos seis desaparecidos, um foi localizado no Reino Unido, tendo o SEF precisado que terá saído de Portugal antes de ser detetado o caso de covid-19 no ‘hostel’.

Na sexta-feira, fonte do SEF indicou que continuam a ser feitas diligências para localizar os outros cinco migrantes desaparecidos.

De acordo com os dados do CPR, em 2019 pediram asilo cidadãos de cerca de 70 nacionalidades diferentes.

Os requerentes de proteção internacional estão, durante todo o procedimento, em situação regular em Portugal, segundo a legislação em vigor.

A Lei do Asilo estipula que o apoio social e de alojamento é assegurado apenas àqueles que se encontram em situação de carência económica, podendo este apoio cessar a qualquer momento, assim que se deixe de verificar os pressupostos dessa situação.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 200 mil mortos e infetou mais de 2,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Perto de 800 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Portugal contabiliza 903 mortos associados à covid-19 em 23.864 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado hoje.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

AlmadaCare promove cursos para preparar futuros papás

A Clínica AlmadaCare, recentemente inaugurada, está comprometida em apoiar os futuros pais na preparação para a chegada dos seus filhos. É com este objetivo que a clínica promove o workshop “GPS Amamentação”, no dia 19 de abril, e o curso “T.I.M.E. para Nascer”, nos dias 21 e 27 de abril.

Ministra da Saúde solicita relatório sobre mudanças implementadas na área da Saúde

De acordo com o Expresso, a Ministra da Saúde, Ana Paula Martins, emitiu um despacho a solicitar à DE-SNS um relatório detalhado sobre as mudanças implementadas desde o início do mandato de Fernando Araújo. O objetivo é obter informações sobre as recentes alterações levadas a cabo pela DE-SNS e compreender melhor o modelo de Unidade Local de Saúde.

ESEnfC realiza hoje Encontro Anual do Programa de Doutoramento em Enfermagem

Arnaldo Santos e Gabriele Meyer estão hoje na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), onde falarão, respetivamente, sobre “Liderar em ciência: processos e dinâmicas de cocriação na era global e digital” (14h30) e “Passado, Presente e Futuro das Ciências de Enfermagem” (15h30).

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights