Cerca sanitária em Câmara de Lobos levantada domingo

30 de Abril 2020

Funchal, Madeira, 30 abr 2020 (Lusa) – A cerca sanitária na freguesia de Câmara de Lobos deverá ser levantada às 00:00 de domingo, caso não surjam novos doentes com covid-19, anunciou hoje o presidente do Governo Regional da Madeira.

Funchal, Madeira, 30 abr 2020 (Lusa) – A cerca sanitária na freguesia de Câmara de Lobos deverá ser levantada às 00:00 de domingo, caso não surjam novos doentes com covid-19, anunciou hoje o presidente do Governo Regional da Madeira.

“Sem novos casos positivos, a situação de exceção [na freguesia de Câmara de Lobos] será levantada a partir das 00:00 do dia 03 de maio”, declarou Miguel Albuquerque, em videoconferência, no Funchal, destinada a divulgar o calendário do desconfinamento e a reabertura “gradual” de algumas atividades económicas na região.

Devido ao surgimento de uma cadeia de transmissão da covid-19 num dos bairros sociais de Câmara de Lobos, o da Nova Cidade, alegadamente na sequência de um convívio familiar na altura da Páscoa, o executivo madeirense decretou em 19 de abril uma cerca sanitária para esta freguesia, por um período de 15 dias, a única adotada no arquipélago.

A situação levou ao confinamento de 22 pessoas desta cadeia numa unidade hoteleira na zona do Cabo Girão, foram identificados mais de 200 contactos e foram realizados “mais de 500 testes na última semana”, referiu o presidente do Governo da Madeira, de coligação PSD/CDS-PP.

Miguel Albuquerque agradeceu o comportamento da “população, autoridades e autarquias de Câmara de Lobos”, destacando que cumpriram as “medidas de contenção para evitar a propagação da pandemia”.

O governante sublinhou que se não tivesse sido tomada a decisão da criação da cerca sanitária, existiriam “consequências nefastas a nível local e regional”.

“Esta medida permitiu acompanhar as famílias e a contenção da contaminação”, afirmou, lembrando que surgiram na altura “29 novos casos apenas em dois dias”.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

“Temos de atuar agora” foi a principal mensagem do 6.º Congresso CNC

O que nos espera na próxima década e como podemos impedir ou atrasar o aparecimento de doenças que acompanham o envelhecimento foram as principais questões colocadas na 6.ª edição do Congresso CNS, que se realizou no passado dia 13 de abril na Unidade de Lisboa do CNS | Campus Neurológico. A resposta foi consensual: temos de atuar agora.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights