China sem mortos há três semanas e apenas um infetado nas últimas 24 horas

5 de Maio 2020

A China identificou um novo caso de contágio com a covid-19 nas últimas 24 horas, informaram hoje as autoridades, que não registam nenhuma morte há três semanas.

A Comissão de Saúde da China disse que 395 pessoas permanecem em tratamento no hospital, enquanto 949 estão em isolamento e observação para casos suspeitos ou após testes positivos, apesar de não apresentarem sintomas.

A China contabilizou até ao momento 4.633 mortos e 82.881 infetados, dos quais 77.853 são dados como recuperados.

As autoridades de saúde chinesas informaram ainda que 395 casos confirmados continuam ativos, dos quais 29 são pacientes em estado grave, os números mais baixos desde janeiro.

Quanto aos infetados assintomáticos, a China registou 15 novos casos, elevando o total para 947.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias France-Presse (AFP), a pandemia de covid-19 já provocou mais de 250 mil mortos e infetou mais de 3,5 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Nuno Jacinto: “A Medicina Geral e Familiar tem um papel central em todos os sistemas de saúde”

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) reforçou a importância da especialidade na promoção da saúde e prevenção da doença. No âmbito do Dia Mundial do Médico de Família, Nuno Jacinto falou ao HealthNews sobre os constragimentos que estes profissionais de saúde enfrentam e dos desafios que os cuidados de saúde primários enfrentam em Portugal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights