A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) e a Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) vão realizar uma sessão online sobre o fenómeno dos internamentos inapropriados. A 4ª edição da iniciativa Barómetro de Internamentos Sociais refere que 54% destes internamentos ocorrem nos Serviços de Medicina Interna.

No próximo dia 25 de maio a SPMI e a APAH vão apresentar a iniciativa “Barómetro de Internamentos Sociais 2020 & COVID-19”. O webinar que se realiza na terça-feira às 9h30 tem como objetivo monitorizar periodicamente o fenómeno dos internamentos inapropriados.
Com o suporte da EY e o apoio institucional da SPMI a iniciativa alerta para o facto dos internamentos inapropriados representarem um enorme desperdício de meios. A 4ª Edição do Barómetro de Internamentos Sociais indica que 54% dos internamentos inapropriados ocorrem nos Serviços de Medicina Interna, ocupando 25% das camas disponíveis. Estes serviços possuem mais de metade da percentagem de camas que o Serviço de Urgências, onde os doentes permanecem internados durante vários diNo próximo dia 25 de maio a SPMI e a APAH vão apresentar a iniciativa “Barómetro de Internamentos Sociais 2020 & COVID-19”. O webinar que se realiza na terça-feira às 9h30 tem como objetivo monitorizar periodicamente o fenómeno dos internamentos inapropriadosas.

A pandemia da Covid-19 fez com que fosse desenvolvida uma iniciativa adicional destinada exclusivamente à avaliação deste fenómeno nos doentes com esta doença internados nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

A sessão apresentação contará com a participação de Purificação Gandra, Coordenadora Nacional da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), Sofia Borges Pereira, Vogal do Conselho Diretivo da Segurança Social (SS), João Araújo Correia, Presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) e Alexandre Lourenço, Presidente da APAH.

Share This