António Costa com esperança de que líderes europeus estejam à altura dos desafios

12 de Junho 2020

O primeiro-ministro, António Costa, renovou hoje a esperança de que os líderes europeus estejam "à altura dos desafios" que a União Europeia enfrenta com a resposta à crise económica e social gerada pela pandemia da covid-19.

“Esperamos que todos os líderes europeus estejam à altura dos desafios que a Europa enfrenta para que adotemos em breve a proposta da Comissão para a recuperação económica e social europeia. Dela depende a adesão dos Europeus a este nosso projeto comum”, escreveu António Costa num ‘tweet’ para assinalar o 35.º aniversário da assinatura do Tratado de Adesão de Portugal à CEE.

O líder do executivo português manifestou, por outro lado, o desejo de continuar a contribuir para a construção do projeto europeu.

“Renovamos o nosso compromisso com esta Comunidade de valores e de prosperidade partilhada, e reforçamos a nossa ambição de continuar a construir uma Europa mais forte, mais unida e mais coesa”, sublinha ainda o chefe do Governo português.

A mensagem de António Costa surge a uma semana da cimeira europeia que vai debater o plano da Comissão de resposta à crise gerada pela covid-19, que passa pela criação de uma Fundo de Recuperação de 750 mil milhões de euros, dos quais poderão vir a caber a Portugal aproximadamente 26 mil milhões.

A proposta a debater na próxima sexta-feira prevê que, do montante global do Fundo, a ser angariado pela própria Comissão nos mercados, 500 mil milhões sejam canalizados para os Estados-membros através de subsídios a fundo perdido, e os restantes 250 mil milhões na forma de empréstimos.

Portugal poderá vir a arrecadar um total de 26,3 mil milhões de euros, 15,5 mil milhões dos quais em subvenções e os restantes 10,8 milhões sob a forma de empréstimos (voluntários) em condições muito favoráveis.

O primeiro-ministro, António Costa, já saudou a “ambiciosa” proposta da Comissão Europeia, considerando que Portugal está perante “uma enorme oportunidade para se dotar de uma estratégia de valorização dos recursos naturais e para a reindustrialização do país”.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights