Plataforma quer facilitar educação online de crianças com deficiência neurológica

29 de Julho 2020

Os voluntários da Indra anunciaram esta quarta-feira que estão a desenvolver uma plataforma educativa para crianças com deficiência neurológica. O objetivo é atenuar o impacto negativo que estas crianças sofreram na educação com a chegada do novo coronavírus.

Os alunos com estas deficiências intelectuais sofreram com mais impacto os efeitos do confinamento motivado pela Covid-19. De acordo com os especialistas “a falta de rotinas, o contacto com os amigos, o acompanhamento guiado, a falta de objetivos de experiências sensoriais e de motivação para a aprendizagem, levaram-nos em alguns casos a desaprender o aprendido”. A esta dificuldade juntou-se a dificuldade das famílias na gestão da situação e na conciliação com os compromissos profissionais.

A Indra refere que a pandemia veio demonstrar a carência de recursos tecnológicos, que podem facilitar a aprendizagem destes menores com dificuldades neurológicas, os quais precisam de atenção e acompanhamento contínuos no plano sensório-motor, executivo e linguístico. “Atualmente, não existem soluções online que cubram todas as necessidades educativas destas crianças, para que possam continuar a evoluir na sua aprendizagem diária.”

Para responder a essa mesma “carência de recursos tecnológicos”, os voluntários da Indra estão a trabalhar com especialistas da Fundación Querer, uma instituição sem fins lucrativos dedicada à educação de crianças com doenças neurológicas, para desenhar e desenvolver uma plataforma educativa com a qual estas possam adquirir habilidades fundamentais como ler, escrever, somar, subtrair ou multiplicar. A iniciativa poderá promover “o aumento da sua autoestima, desenvolvimento e integração mais facilitada na nossa sociedade”.

Esta plataforma educativa começará a ser utilizada em setembro através de um projeto piloto que será implementado num colégio em Madrid, com o objetivo de futuramente ser alargado a outros colégios da Comunidade de Madrid e de Espanha.

PR/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Exposição “Arte e Vida: Enfrentar a Esclerose Múltipla” de Emanuel Ribeiro abre em Lisboa

O artista Emanuel Ribeiro apresenta três das suas mais impactantes obras – “À Deriva”, “Grito Mudo” e “Libertação” – na exposição “Arte e Vida: Enfrentar a Esclerose Múltipla”. Organizada pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), com o apoio da Merck e do El Corte Inglés (ECI), a exposição visa retratar as complexidades, desafios e triunfos da vida com esclerose múltipla.

Futuros nutricionistas enfrentam “tubarões” no Teatro Thalia

A NOVA Medical School vai trazer para a academia o conhecido modelo de captação de negócio ‘Shark Tank’, dia 28 de junho no Teatro Thalia, em Lisboa, proporcionando uma plataforma para os alunos finalistas da Licenciatura em Ciências da Nutrição se apresentarem ao mercado de trabalho.

Relatório de saúde STADA 2024: sistemas de saúde na Europa precisam de reformas urgentes

Os sistemas de saúde europeus estão em crise e necessitam de uma reforma urgente, revela o Relatório de Saúde da STADA 2024. Este inquérito representativo, que envolveu cerca de 46.000 entrevistados em 23 países europeus, destaca que os sistemas de saúde não conseguem atender adequadamente às necessidades de muitos europeus, levando-os a assumir a responsabilidade pela sua própria saúde.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights