Projeto de investigação AURORA ultrapassa as mil participações

25 de Agosto 2020

O projeto de investigação AURORA, dedicado ao estudo do cancro da mama metastático, atingiu um elevado número de participante, com cerca de mil doentes. O objetivo da iniciativa consiste em “gerar resultados robustos” que promovam conhecimento sobre a evolução do cancro da mama metastático, a principal causa de morte por cancro entre as mulheres em todo o mundo. 

O projeto desenvolvido pelo Breast International Group (BIG) envolve investigadores e doentes de onze países europeus e 66 hospitais e centros oncológicos. A iniciativa conta mais de seis anos de implementação com o objetivo encontrar soluções inovadoras para encontrar a cura do cancro da mama metastático.

A OncoDNA, companhia especializada em medicina de precisão para o tratamento e diagnóstico do cancro, tem colaborado ao longo de vários anos com esta iniciativa, com o objetivo de “gerar resultados sólidos que promovam o conhecimento sobre a biologia e a evolução desta patologia”.

“A OncoDNA orgulha-se de fazer parte desta jornada e do seu sucesso desde o seu início em 2014. Nesse ano, a BIG escolheu esta biotec, com escritórios na Península Ibérica, para ser o laboratório central e realizar as análises do perfil molecular tanto em amostras de tumor sólido primário e metastático, bem como em amostras de soro e plasma.”

Durante 20 anos, o BIG conduziu ensaios clínicos e projetos de investigação internacionais para encontrar melhores tratamentos para a doença. É neste sentido que a ONG defende que “a colaboração global é crucial para alcançar avanços significativos na pesquisa do cancro da mama, reduzir a duplicação desnecessária de esforços, partilhar dados e permitir a colaboração entre cientistas além fronteiras, contribuir para o desenvolvimento mais rápido de melhores tratamentos e aumentar a probabilidade e cura para os doentes.”

PR/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Luís Montenegro: “Concordo com a necessidade de valorizar a carreira dos bombeiros e estamos a trabalhar nisso”

Hoje, no debate sobre o estado da nação, o primeiro-ministro respondeu a Inês Sousa Real que concorda que é necessário valorizar a carreira dos bombeiros, mas o Governo está “a trabalhar nisso”, e garantiu que não está desatento à violência doméstica, tendo já avançado com um despacho para a criação de um grupo de trabalho “transversal” no âmbito do apoio à vítima.

Utentes do Médio Tejo elogiam nova Unidade Local de Saúde

Os utentes da saúde do Médio Tejo (CUMST) elogiaram na terça-feira os resultados obtidos com a nova Unidade Local de Saúde (ULS), que agrega a gestão dos cuidados primários e hospitalares, tendo defendido a divulgação dos dados do primeiro semestre.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights