Marcelo testa negativo e aguarda realização de teste confirmativo

12 de Janeiro 2021

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, testou negativo ao novo coronavírus, depois de um teste positivo, e aguarda a realização de um teste confirmativo, mantendo-se em isolamento.

“O resultado do teste realizado esta noite pelo Instituto Ricardo Jorge foi negativo. O Presidente da República mantém-se em isolamento e aguarda a realização de um teste confirmativo”, lê-se numa nota divulgada no portal da Presidência da República na Internet.

De acordo com a mesma nota, “enquanto aguarda pelo resultado, bem como pelas subsequentes orientações das autoridades de saúde, o Presidente da República assistirá, por videoconferência, à reunião desta manhã no Infarmed” sobre a situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal.

Na segunda-feira, cerca das 22:00, a Presidência da República comunicou que o chefe de Estado tinha tido um teste positivo de diagnóstico ao novo coronavírus, mas estava assintomático, e cancelou toda a sua agenda para os próximos dias.

Duas horas depois, foi divulgado que Marcelo Rebelo de Sousa já tinha respondido ao inquérito epidemiológico e realizado novo teste de diagnóstico, realizado pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), cujo resultado deveria ser conhecido dentro de algumas horas.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sindicatos de enfermeiros unem-se em compromisso pela enfermagem

Cinco sindicatos de enfermeiros uniram-se esta terça-feira em compromisso pela enfermagem e redigiram um memorando de entendimento com as reivindicações conjuntas, que pretende ser “um sinal de força” para a profissão, mas também para a negociação com o futuro Governo.

Ana Paula Mendes sobre Centro de Informação do Medicamento: “Vamos este ano assinalar os 40 anos de existência”

Em ano de 40.º aniversário, o Centro de Informação do Medicamento da Ordem dos Farmacêuticos quer “perceber com os farmacêuticos como é que o CIM-OF os tem auxiliado e como é que pode contribuir futuramente para a sua atividade diária”, mas pensa assinalar esta data “envolvendo todo o público-alvo: farmacêuticos e cidadãos”, adiantou ao HealthNews a diretora, Ana Paula Mendes.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights