Feridos resultantes de explosão de Valongo em estado grave no Hospital de Gaia

24 de Janeiro 2021

Os dois feridos na sequência de uma explosão registada esta manhã em Valongo, no distrito do Porto, encontram-se em estado grave e ventilados no Hospital de Vila Nova de Gaia, indicou à Lusa fonte hospitalar.

Uma mulher de 60 anos e um jovem de 23, tia e sobrinho, sofreram queimaduras da cabeça, nomeadamente na boca e via aérea, bem como no tronco e membros superiores e inferiores.

Fonte do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) informou que ambos serão encaminhados para a unidade de cuidados intensivos.

Uma explosão numa habitação registada esta manhã provocou dois feridos graves, disseram a GNR e a Proteção Civil à agência Lusa.

A explosão ocorreu na localidade de Calvário, freguesia de Campo/Sobrado, em Valongo, no distrito do Porto.

Inicialmente foi noticiado, com base em informações da Proteção Civil, que as vítimas foram encaminhadas para o Hospital de São João, no Porto, vindo a revelar-se que foram recebidas na unidade hospitalar de Gaia.

Já cerca das 11:30, o Comando Geral da GNR apontou que as causas do acidente estão apuradas.

A ocorrência foi registada cerca das 09:20 e mobilizou 22 operações apoiadas por 11 viaturas, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro do Porto.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights