Portugal vai produzir o primeiro ventilador certificado

1 de Fevereiro 2021

Em comunicado enviado às redações, a Ordem dos Médicos (OM) informa que o ventilador desenvolvido em parceria com a SYSADVANCE, batizado como SYSVENT OM1, já está certificado e é o primeiro desenvolvido no nosso país a conseguir a marca CE.

Na mesma nota, a OM explica que a certificação do ventilador aconteceu através do Organismo Notificado, SGS Bélgica. O desenvolvimento e certificação ocorreu em tempo recorde, para este tipo de dispositivo, num grande esforço envolvendo a equipa de desenvolvimento da SYSADVANCE, um grupo de médicos especialistas em Cuidados Intensivos indicados pela Ordem dos Médicos, bem como laboratórios.

Segundo a OM, a SYSADVANCE vai iniciar de imediato a produção do ventilador, sendo as primeiras unidades destinadas a Portugal e República Checa. A OM salienta também que o SYSVENT OM1 tem chamado a atenção em vários Países, desde que foi anunciado o início do seu desenvolvimento em março do ano passado, com manifestações de interesse emitidas por vários países.

O SYSVENT OM1 faz agora parte do portfólio Médico da Em comunicado enviado às redações, a Ordem dos Médicos (OM) informa que o ventilador desenvolvido em parceria com a SYSADVANCE, batizado como SYSVENT OM1, já está certificado e é o primeiro desenvolvido no nosso país a conseguir a marca CE., juntamente com os seus conhecidos sistemas de geração de Oxigénio Medical. O SYSVENT OM1 é absolutamente complementar aos sistemas de Geração de Oxigénio, permitindo uma solução completa para a saúde, desde a fonte de Oxigénio até à administração de oxigénio ao doente. A SYSADVANCE é hoje a única empresa mundial a fornecer estas soluções combinadas.

Citado no comunicado, o bastonário da Ordem dos Médicos explica: “A Ordem dos Médicos sempre acreditou que os grandes desafios do mundo, e da saúde em particular, encontram resposta na ciência e na medicina. Esta aliança frutuosa entre médicos e engenheiros demonstrou que devemos investir na investigação clínica para chegarmos às soluções que os hospitais precisam, com mais rapidez, qualidade e inovação”, sublinhando: “Este ventilador é para nós um motivo de grande satisfação.

As máquinas não funcionam sem capital humano altamente diferenciado, mas um equipamento fiável é também determinante para o sucesso do tratamento dos doentes, pelo que termos o primeiro ventilador certificado em Portugal é para nós uma grande alegria em tempo de notícias nem sempre boas”, acrescenta Miguel Guimarães. “Neste momento tão complexo da pandemia, a certificação do SYSVENT OM1 enche-nos de orgulho e corrobora todo o esforço, empenho e profissionalismo dedicado a este projeto, permitindo que Portugal possa dispor de um equipamento de alta precisão e fiabilidade para ventilação de doentes em cuidados intensivos”, destaca o engenheiro José Vale Machado, presidente do Conselho de Administração da Sysadvance. “Esperamos que o SYSVE se tem empenhado em contribuir e priorizar o fornecimento de centrais de Oxigénio Medicinal para várias partes do mundo” reforça.

PR/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

FNAM aponta quatro prioridades para reunião com o Governo

A presidente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM) identificou hoje os salários, as 35 horas semanais, a integração dos médicos internos na carreira e as progressões como prioridades para o encontro da próxima sexta-feira com o Governo.

ULS de Braga certifica mais 35 profissionais no âmbito do Programa Qualifica AP

A Unidade Local de Saúde de Braga (ULS de Braga) finalizou, esta semana, o processo de certificação de mais 35 profissionais, no âmbito do Programa Qualifica AP, uma iniciativa desenvolvida em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), através do Centro Qualifica AP.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights