Projetos Asthmeter e Puure vencem primeiro Asthma Hack Innovation em Portugal

21 de Julho 2021

As ideias Asthmeter e Puure conquistaram, no passado dia 7, o júri do Asthma Hack Innovation, uma iniciativa que teve como objetivo a procura de soluções diferenciadoras para transformar o panorama da asma grave em Portugal.

Com o mote “Solução integrada para o controlo da asma”, de acordo com os seis elementos do grupo, Asthmeter é uma solução para as dificuldades do doente – reconhecimento dos sintomas, dúvidas ou técnica inalatória – e do médico – vigilância dos sintomas, monitorização da adesão e plano de ação.

Já o projeto Puure, com o mote “O controlo diário da asma”, mediará a relação doente-médico e será uma fonte de notificações preventivas, permitindo a autoavaliação frequente de como o doente se sente naquele dia. Este projeto foi desenvolvido por um grupo constituído por quatro elementos.

“Gostaria de felicitar os vencedores e de agradecer a todas as equipas que, durante 3 semanas, se empenharam para disponibilizarmos aos doentes com asma grave uma solução inovadora. Sem dúvida, esta iniciativa permitiu-nos perceber melhor todo o potencial que existe no desenvolvimento de novas soluções com impacto positivo na qualidade de vida destes doentes. Por fim, agradecer a parceria da Nova IMS, agradecer ao júri que, pela qualidade das equipas e das suas propostas, teve a difícil tarefa de avaliar e de eleger os projetos vencedores, assim como a todas as entidades mentoras que se disponibilizam a apoiar o projeto e as propostas a concurso”, afirmou Francisco del Val, Country Lead Sanofi Portugal, citado no comunicado de imprensa.

O Asthma Hack Innovation, uma iniciativa da NOVA Information Management School (NOVA IMS) e da Sanofi Genzyme, visou a procura de soluções diferenciadoras para transformar o panorama da asma grave em Portugal.

Os projetos a concurso foram desenvolvidos com o apoio de mentores, que, ao longo das três semanas, se dedicaram a orientar as equipas com a sua experiência e conhecimento científico. A Associação Portuguesa dos Asmáticos (APA), a Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas (RESPIRA), o Grupo de Estudos de Doenças Respiratórias da APMGF (GRESP), a Rede de Especialistas em Asma Grave (REAG), a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) e a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) ajudaram a dar vida a esta iniciativa.

A concurso estiveram seis equipas, tendo os seus líderes sido desafiados a apresentar o projeto num pitch de cinco minutos. No evento de encerramento – Solutions Day Summit -, no dia 7 de julho, o júri, constituído por Carlos Robalo Cordeiro, presidente da European Respiratory Society e diretor da Faculdade de Medicina de Coimbra, Helena Canhão, coordenadora do Comprehensive Health Research Center, Universidade Nova de Lisboa, Madalena Beirão, empreendedora, e Patrícia Calado, vogal da direção da Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica, anunciou os vencedores.

Saiba mais aqui e veja o evento no Youtube.

PR/HN/Rita Antunes

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga celebra protocolo com Fundação Infantil Ronald McDonald

A ULS de Braga e a Fundação Infantil Ronald McDonald assinaram ontem um protocolo de colaboração com o objetivo dar início à oferta de Kits de Acolhimento Hospitalar da Fundação Infantil Ronald McDonald aos pais e acompanhantes de crianças internadas nos serviços do Hospital de Braga.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

FNAM lança aviso a tutela: “Não queremos jogos de bastidores nem negociatas obscuras”

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse esta sexta-feira esperar que, na próxima reunião com o Ministério da Saúde, “haja abertura para celebrar um protocolo negocial”. Em declarações ao HealthNews, Joana Bordalo e Sá deixou um alerta à ministra: ” Não queremos jogos de bastidores na mesa negocial. Não queremos negociatas obscuras.”

SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com “bons olhos” o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights