Organon Portugal lança Fertilidade + para informar sobre diagnóstico e tratamento da infertilidade

29 de Setembro 2021

A Organon Portugal promove, pela primeira vez, o Fertilidade +, um programa de formação e partilha de conhecimento sobre o diagnóstico e tratamento da infertilidade, dirigido a médicos de Medicina Geral e Familiar, que arranca amanhã.

O programa é composto por cinco webinars, que decorrem em setembro, outubro e novembro. Cada sessão, com cerca de uma hora de duração, irá incidir sobre duas temáticas relacionadas com a infertilidade e terá 15 minutos reservados para os participantes colocarem questões.

O primeiro evento, amanhã, dia 30, às 21h00, enceta com o “Estudo do casal infértil”. A Dra. Paula Ruivo Manso – especialista em ginecologia e obstetrícia e responsável pelas consultas de fertilidade e pela parte médica das técnicas de procriação medicamente assistida no Ferticentro – irá abordar os exames e as ferramentas existentes para estudar e avaliar as causas de infertilidade de uma mulher e/ou casal.

O segundo tema, “Fator masculino na infertilidade”, sobre causas e tratamentos disponíveis, será dirigido pela Dra. Inês Couceiro – embriologista clínica, certificada pela Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia, do Ferticentro.

Os webinars regressam a 14 de outubro, com os temas “Tratamentos de procriação medicamente assistida (PMA)” e “Preservação da fertilidade”, sendo que, no próximo mês, será ainda realizada uma sessão dedicada às temáticas da “Idade feminina e função ovárica” e à “Doação de óvulos”.

Em novembro, estão previstos dois eventos: uma sessão sobre a “Genética e procriação medicamente assistida (PMA)” e o “Teste genético pré-implantação (PGT)”, e outra em que serão analisadas as problemáticas do “Síndrome do ovário poliquístico” e da “Maturação in vitro de óvulos (IVM)”.

Apesar da iniciativa ser dirigida aos médicos dos cuidados de saúde primários, “que desempenham um papel interventivo muito importante junto da comunidade, na sensibilização e esclarecimento de dúvidas sobre a fertilidade e diagnóstico de causas de infertilidade”, é aberta “a outros profissionais de saúde, com o intuito de educação médica continua”, segundo o comunicado da Organon.

Pode registar-se gratuitamente aqui. Os conteúdos da formação estarão disponíveis na plataforma até 72 horas depois da transmissão.

PR/HN/Rita Antunes

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Viseu necessita de seis pediatras para reabertura de urgência

O diretor clínico da administração demissionária da Unidade Local de Saúde (ULS) Viseu Dão-Lafões admitiu hoje a necessidade imediata de seis pediatras para o normal funcionamento do serviço de urgência daquela especialidade que está encerrado ao exterior no período noturno.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights