Carlos M. Farinha eleito membro do Conselho de Direção da Sociedade Europeia de Fibrose Quística

Carlos M. Farinha, professor do Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, foi eleito membro do Conselho de Direção da Sociedade Europeia de Fibrose Quística (ECFS).

O cientista é um dos oito elementos do Conselho de Direção, escolhido pelos membros da ECFS, e ocupará este cargo durante os próximos três anos.

A ECFS reúne mais de mil especialistas em fibrose quística – entre investigadores científicos e profissionais clínicos – e o seu principal objetivo é conhecer os mecanismos moleculares envolvidos nesta doença, com o intuito de melhorar a qualidade de vida dos doentes.

“Considero uma conquista relevante, pois significa que as minhas contribuições para a área são bem aceites e consideradas pelos pares – e isso inclui não apenas as atividades dentro da sociedade, mas também as minhas contribuições científicas na área”, disse Carlos M. Farinha, citado na nota de imprensa.

Durante os últimos 25 anos, o investigador partilhou os seus resultados sobre a elucidação dos mecanismos da fibrose quística e a caracterização de mutações raras e sua resposta a medicamentos em abordagens orientadas à medicina personalizada.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This