Médicos alertam para a importância de diagnóstico precoce das Hepatites

25 de Julho 2022

“A Hepatite não pode esperar" é o mote da campanha promovida pela Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF) no âmbito do Dia Mundial das Hepatites, que se assinala a 28 de julho. Em Portugal estima-se que existam aproximadamente 50 mil doentes, a maioria por diagnosticar.

A iniciativa desenvolvida pela APEF tem como principal objetivo alertar a população para a importância de diagnóstico precoce das Hepatites, como forma de tratamento eficaz desta doença.

José Presa, presidente da associação, refere em comunicado que quando mais cedo for feito o diagnóstico deste tipo de doenças, “melhores as chances de viver uma vida longa e saudável.”

“O não tratamento da hepatite B e C implicará a evolução para Cirrose Hepática, e nalguns casos, o desenvolvimento de doenças mais graves, tais como o Cancro do Fígado”, acrescenta.

O responsável salienta ainda que a taxa de cura para a Hepatite C situa-se em 97%, defendendo por isso o diagnóstico precoce e atempado. Quando não tratadas, as hepatites podem evoluir para doença hepática grave, sendo uma das principais causas de cancro do fígado e uma das mais importantes causas de cirrose (25 por cento dos casos).

A Hepatite é uma doença evitável, tratável e, no caso da Hepatite C, é curável. As hepatites virais B e C afetam 325 milhões de pessoas em todo o mundo, causando 1,4 milhões de mortes por ano.

PR/HN/Vaishaly Camões

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Câmara de Santa Cruz recruta 24 novos bombeiros

A Câmara de Santa Cruz recrutou 24 bombeiros, que passam a integrar os quadros da companhia de sapadores do município, anunciou a autarquia, referindo que a formação dos novos recrutas representa um investimento superior a 150 mil euros.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights