Equipamento permite identificar grau de fibrose e gordura no fígado

O Hospital Distrital de Santarém (HDS) adquiriu um equipamento Fibroscan para a realização de elastografias hepáticas, num investimento de cerca de 120 mil euros.

Em comunicado, o HDS explica que este equipamento está instalado na Unidade de Doenças Infeciosas e permite uma avaliação não invasiva do grau de fibrose (graus 1,2,3 ou cirrose) e esteatose hepática (gordura no fígado).

Segundo Fausto Roxo, responsável pelo Hospital de Dia de Doenças Infeciosas do HDS, sem esta técnica, apenas através de biópsias hepáticas era possível aceder à totalidade da informação sobre o grau de fibrose e esteatose hepática.

De acordo com Fausto Roxo, o exame é executado em poucos minutos por qualquer dos médicos da Unidade de Doenças Infeciosas e é «fundamental no seguimento de doentes com hepatites virais crónicas para avaliação inicial e monitorização de terapêutica». O exame pode ser feito no decurso de uma consulta, de forma cómoda e indolor para o doente, sem quaisquer contraindicações ou efeitos secundários.

Além desta utilização, também são executadas elastografias hepáticas por solicitação de outros médicos ou serviços, noutras patologias do fígado.

A aquisição do novo equipamento resultou de um plano de investimentos realizado no âmbito de uma candidatura ao Programa Alentejo 2020, que financiou 85% do valor total.

SNS/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This