Lusíadas Saúde investe mais de 10 milhões de euros em Vilamoura com abertura de novo hospital

A Lusíadas Saúde apresentou, esta terça-feira, a sua nova unidade hospitalar, o Hospital Lusíadas Vilamoura, que irá criar cerca de 250 novos empregos no Algarve e envolverá um investimento superior a 10 milhões de euros.

Cerca de quatro milhões de euros referem-se a infraestruturas e mais de seis milhões destinam-se à aquisição de equipamentos de última geração, informa o comunicado de imprensa.

O arranque do projeto foi assinalado com a assinatura do contrato entre a Lusíadas Saúde e a Vilamoura World, numa cerimónia que contou com a presença de Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal de Loulé.

Com a data de abertura estimada para o início do segundo semestre de 2023, a Lusíadas Saúde reabilitará o edifício Lusotur, da Vilamoura World, desenhado pelo arquiteto Francisco Keil do Amaral e situado no designado Triângulo Dourado do Algarve.

Vasco Antunes Pereira, CEO da Lusíadas Saúde, diz que o Hospital Lusíadas Vilamoura “reforçará a oferta de cuidados de saúde no mais extenso e populoso município algarvio e dará um contributo para o desenvolvimento socioeconómico da região, de forma duradoura e sustentável”.

Para João Brion Sanches, CEO da Vilamoura World, “este é um passo importante na estratégia (…) definida desde o início do mandato e que tem como missão tornar Vilamoura no melhor destino do Algarve para viver, passar férias e investir”.

E continuou: “O acesso aos melhores cuidados de saúde é fundamental para os residentes de Vilamoura e para todas as pessoas que elegem Vilamoura para as suas férias. Estamos certos de que este hospital terá um impacto muito positivo em Vilamoura, complementando de forma muito profissional os serviços na área da saúde e dotando Vilamoura de mais uma infraestrutura que a torna um destino único no Algarve e no país”.

Esta unidade, construída de raiz e com 1.700 metros quadrados, será “o primeiro Hospital FOR ALL do País, ou seja, uma unidade projetada para ser inclusiva, quer na vertente da acessibilidade, quer em matéria de empregabilidade”, estando o Grupo a priorizar igualmente uma estratégia de sustentabilidade na construção e futura atividade do hospital, de acordo com a nota de imprensa. “Por outro, é o primeiro Hospital a sul do País dedicado em exclusivo à cirurgia de ambulatório, e o segundo do Grupo Lusíadas após a abertura de Braga em novembro de 2020.”

Sob a alçada de Pedro Oliveira, CEO das unidades que integram o Cluster Lusíadas Algarve, o novo espaço incluirá atendimento permanente, mais de 20 gabinetes de consultas, salas de tratamentos e exames, salas de bloco operatório e de pequena cirurgia, unidade de Gastrenterologia e área de Imagiologia.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This